Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 54
Busca::..
Edição 83
Edição 82
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Balcão
07/12/2015 03h09

 Balcão

 

Fixsam Parafusos e Ferramentas

 

Entre os 402 km de extensão da Via Dutra encontramos uma loja dirigida por um carioca da gema

 

 

Entre os 402 km em que a Rodovia Presidente Dutra (Via Dutra) faz a ligação entre Rio de Janeiro e São Paulo, encontramos no km 113, Taubaté, uma loja que é muito visível aos viajantes da rodovia, especialmente para quem está no sentido SP. Nessa “fronteira” entre os dois maiores centros econômicos do Brasil, encontramos um carioca de Madureira que se apaixonou por uma paulista, casou-se no dia de São Miguel Arcanjo e fixou-se por ali há mais de 20 anos.

Carlos Augusto Gomes, 44, é o fundador da Comercial São Miguel, que traz um nome mais direto ao ponto: Fixsam, hoje com 12 anos de atividades e com filial em Volta Redonda, RJ. Gomes é formado em engenharia civil pela Unitau, pós graduado e mestre pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Foi professor nesta área até o ano de 2014.

Ao montar uma empresa para produzir equipamentos industriais, ele encontrava dificuldades na aquisição de insumos (sensores, motores, pneumáticos e também parafusos), inclusive em pequenos volumes, sendo que para adquirir muito era melhor revendê-los, e isso também o tornaria mais competitivo. Então, ele decidiu abrir um comércio de fixadores, e em fixadores já que só haviam três lojas locais. Tornar-se revenda de fixadores foi obra do acaso. Por sua vez, o conhecimento técnico pesa na relação tanto com o cliente quanto com o fornecedor.

Atualmente a Fixsam atua no varejo, sendo que no balcão da matriz o movimento diário passa de 130 clientes que encontram um amplo escopo, especialmente em manutenção mecânica e construção como ASTM, chumbadores Âncora, Fischer e Walsywa, além de chipboards da Belenus, Ciser e Jomarca, para a produção moveleira. As vendas industriais são bem menores que o varejo.

A Matriz é própria, tem 500m², 300 de área construída, 15 mil itens em estoque, incluindo ferramentas manuais Irwin, Belzer e Gedore. Gomes tem em sua equipe o apoio do técnico em informática industrial Rodrigo Sato, que também responde por questões comerciais dinamizando o atendimento ao cliente.

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com