Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 44
Busca::..
Edição 83
Edição 82
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Europa News
20/03/2014 10h55

 Europa news

 

 

Por Phil Matten

Editor Executivo - Revista Fastener + Fixing (Reino Unico)
phil.matten@fastenerandfixing.com
www.fastenerandfixing.com

 

                                    
 

Comissão Europeia revê a caducidade de medidas antidumping sobre fixadores chineses  

 

Desde a última quinzena de janeiro a Comissão Europeia publicou nota sobre a reavaliação da caducidade das medidas antidumping sobre importações de ampla gama de parafusos provenientes da República Popular da China, através do Regulamento 91/2009.

As medidas, originalmente em vigor desde fevereiro de 2009, foram aplicadas em até 85% dos fixadores dentro de dez códigos, incluindo parafusos e arruelas. Em julho de 2011, na sequência de um inquérito sobre evasão, as tarifas foram aplicadas às importações dos mesmos produtos provenientes da Malásia, com exceção aos que foram exportadas por oito empresas que obtiveram uma isenção.

Em outubro de 2012, após as decisões de uma câmara de recursos da Organização Mundial do Comércio (OMC) a União Europeia alterou o regulamento original trazendo a tarifa antidumping máxima de 74,1%.

A reavaliação da caducidade foi requerida pela European Industrial Fasteners Institute (EIFI), em 1º de outubro último. A EIFI alega que a remoção dos direitos antidumping em vigor resultaria dumping, o que afetaria o setor industrial europeu.

Durante o período de reavaliação, que poderá durar 15 meses, as medidas permanecerão em vigor. A revisão irá considerar:

• Evidências de continuidade do dumping e danos.

• Evidências que a remoção dos danos foram, somente, devido à aplicação das medidas.

• Evidências que haverá danos no caso de revogação.

A revisão não irá considerar o nível das tarifas. De forma eficaz, apenas chegará a conclusão se as medidas existentes deverão continuar na forma atual ou não.

As organizações podem solicitar serem parte interessada na revisão, o que lhes permite fazer apresentações para a investigação. Prazos de apresentação estão detalhados no aviso da reavaliação da caducidade (Expiry Review), documento disponível para download no diário oficial da UE: The EU Official Journal for (30.01.14), reference (2014/C 27/11).

 

    Com nova fábrica, Norm Group aumenta sua produção  

 

Maior fabricante de fixadores da Turquia, a Norm Group, iniciou a produção em sua sexta fábrica, localizada em Salihli na província de Manisa, aumentando a sua capacidade total para mais de 30%.

Esta nova unidade fica há 120 quilômetros ao leste da cidade de Izmir, onde outras cinco fábricas da empresa estão localizados. Tem 12 mil metros quadrados de área coberta, máquinas novas e emprega 160 pessoas. Sua capacidade produtiva de parafusos será de 20 mil toneladas/ano.

Em 2013, ano em que o grupo completou 40 anos, sua produção totalizou-se em 58 mil toneladas, exportando cerca de 40% do total. Após a entrada em funcionamento da nova fábrica, a Norm Civata em Izmir vai se concentrar mais em peças especiais, operações secundárias e P&D. A Norm é licenciada para os produtos MAThread ® MATpoint ® M Ponto ®.

Outra empresa do grupo é a Uysal Makine, especializada na aplicação de tecnologias avançadas em revestimentos galvânicos de zinco e zinco-níquel. Ela possui diversas licenças de produtos, como o Zinklad 250, Zinklad 1000/1000B e Zinc lamelle pela MacDermid, bem como outras pela Dörken MKS e Magni.    

 

Atlas Copco compra a Tentec  

 

A fabricante britânica de apertadeiras hidráulicas foi adquirida pelo grupo industrial sueco no início de dezembro último. Dentre as linhas produzidas pela Tentec estão equipamentos para aperto de parafusos e porcas usados em Oil & Gas, energia e mineração.

O volume de negócios da empresa em 2012 foi mais de US$ 15 milhões, com lucro US$ 500 mil, antes do Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização). Com a venda da Tentec, Adrian Peglar, seu proprietário, irá se aposentará, mas Mike Gethings continuará como diretor-gerente.

Espera-se que a aquisição leve maior crescimento na Tentec, valendo informar que seus atuais 65 funcionários serão mantidos.

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com