Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 12
Busca::..
Edição 82
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Balcão
30/10/2008 11h30

Falta de união

Fundada em 1990, a Casa de Parafusos Brasil surgiu para atender a demanda da região do Bairro Taboão, situada em Diadema, SP. Ao longo desses anos, o proprietário Oswar Henk percebeu que falta união no setor e que a política de desconto dos fabricantes poderia ser mais justa entre grandes e pequenos lojistas

 
A Casa de Parafusos Brasil, localizada em Diadema, SP, está no mercado há 18 anos e trabalha com parafusos, porcas, arruelas lisas e de pressão, bem como parafusos sob medida e para linha automobilística. Foi inaugurada por Oswar Aparecido Momesso Henk, que identificou a ausência de comércios desse segmento na região do Taboão. “Percebi que as pessoas se deslocavam para outros lugares, muitas vezes distante, para adquirir esses produtos. Enxerguei essa necessidade e montei meu negócio voltado para o setor de fixação”, contou Henk.
 
Na época, o Brasil estava em franco crescimento, e este fator incentivou o empresário a chamar seu projeto com o nome do País. “Desta forma, poderíamos ir longe”. Atualmente, o principal fornecedor da Casa de Parafusos Brasil é a Ciser, mas o estabelecimento também trabalha com a Fibam, Belenus, Brighton Best, Press Allen, Ferragens Negrão, Teruya, Ferramentas Gerais, DWT Máquinas. Para Henk, o mercado está muito oscilante. “Hoje em dia, temos diversos fornecedores em atuação, mas mesmo assim, sofremos vários aumentos de preços, sem contar, a concorrência desleal. Penso que os pequenos comércios deveriam ter a mesma disponibilidade de descontos, igualmente aos das maiores empresas. Assim, poderemos crescer todos juntos, argumentou.
 
                               
                           Foto acima: Oswar Henk; pede aos fabricantes melhores descontos
 
 
De acordo com o proprietário, as pessoas envolvidas com a atividade parafuseira deveriam ser mais unidas. “Firmas de grande porte que vendem para o comércio, também trabalham diretamente com o consumidor final. Isso prejudica nossas vendas, já que não obtemos os mesmos descontos que elas, e dessa forma, não temos como oferecer preços mais competitivos”, encerrou.

 

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com