Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 50
Busca::..
Edição 83
Edição 82
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Ásia News
25/03/2015 03h50

 Ásia News

 

Sanko Techno e Obayashi Corporation - Tecnologia Renovação em resina adesiva para chumbadores  

 

Agora pode-se colocar um novo chumbador pós-instalado na mesma posição e evitar o risco de perder tempo com uma nova perfuração e um muro de concreto danificado. Esta tecnologia inovadora envolve a perfuração a partir do ponto central no velho chumbador, aquecendo o furo internamente para fragilizar a resina circundante e, em seguida, usar uma cha-ve de impacto para girar o chumbador, distante do muro, sem qualquer dano.  

Aviso de abertura de um inquérito de absorção sobre importações de arames de inox vindos da Índia  

 

A Comissão Europeia recebeu pedido de proteção contra importações de objeto de dumping de países não membros da Comunidade Europeia para investigar se as medidas antidumping sobre fio-máquina de inox originários da Índia tiveram efeito em preços na exportação ou em preços de venda na União. O pedido foi apresentado em 21 de outubro de 2014 pela European Steel Association, a Eurofer, em nome de produtores que representam 25% da União na produção de algumas linhas desta matéria-prima.

Os produtos, sob investigação, são definidos como fio-máquina de inox contendo, em peso:

• 2,5% ou mais de níquel, exceto em fio-máquina contendo em peso 28%, ou mais, mas não acima de 31% de níquel, e 20% ou mais, mas não acima de 22% de cromo;

• Menos de 2,5% de níquel, exceto em fio-máquina contendo em peso 13%, ou mais, mas não acima de 25% de cromo e 3,5% ou mais, mas não superior a 6% de alumínio, produtos originários da Índia, objeto de inquérito, atualmente classificados nos códigos NC 7223 00 19 e 7223 00 99.

O requerente apresentou evidências suficientes antes, durante e após a instituição dos direitos antidumping, que os preços de exportação diminuíram e não houve alteração suficiente dos preços de revenda ou subsequentes preços de venda na União. Isso resultou em um aumento da margem de dumping, que impediu os efeitos corretores previstos das me - didas em vigor. Além disso, o requerente apresentou provas de que essas importações continuaram entrando na União em volumes significativos. Tendo decidido, após informar aos países membros que o pedido foi apresentado em nome das indústrias da União, e que não há provas suficientes para justificar a abertura de um inquérito sobre a absorção, a Comissão deu início a um inquérito nos termos do artigo 12 do regulamento de base. (fonte: Jornal Oficial da UE)  

 

Fabricantes de fixadores da Coreia do Sul se desenvolvem pro-ativamente para as demandas do mercado  

 

Nos últimos anos, os fabricantes de fixadores da Coreia do Sul têm sido muito ativos no desenvolvimento de produtos essenciais, com base na demanda real do mercado. Eles fabricam o que o mercado exige, a partir de parafusos de alta resistência, nas classes 8.8, 12.9 e 14.9, e/ou na prestação de serviços técnicos em soluções para fixação mecânica. Eles não se concentram em um determinado setor da indústria.

A exportação anual da Coreia gira em torno de 150 mil toneladas de fixadores, destinados, principalmente, para EUA, China, Japão, Canadá e a União Europeia (UE). A UE importa principalmente parafusos auto brocante, parafusos de aço carbono com diâmetro inferior a 6 mm, parafusos sextavados e porcas de inox. O volume de parafusos sextavados inox da Coreia para a UE é superior aos similares importados de Taiwan. Existem mais de 700 fabricantes de fixadores na Coréia, empregando 13,6 mil pessoas. Em 2010, sua produção de fixadores atingiu 760 mil toneladas, o que poderia não só satisfazer a demanda de empresas coreanas, mas também poderia ser exportado para a China.  

Ajustadas tarifas na Turquia sobre importação de fio-máquina para reter exportações da China

 

A Turquia recentemente reajustou para cima seus impostos para importação para aços longos, especialmente o fio-máquina, afim de conter a excessiva oferta de produtos de baixos preços/baixa qualidade, bem como proteger as siderúrgicas locais.

Do ponto de vista de custos de material de ambos os países, a China usa minério de ferro ao custo de cerca de US$ 80/tonelada, enquanto a Turquia usa sucata de aço importado ao custo de US$ 330/tonelada.

Além disso, o reembolso de impostos na exportação de fio-máquina contendo boro, definitivamente, dá uma imensa vantagem competitiva aos produtos chineses no mercado turco.

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com