Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 49
Busca::..
Edição 83
Edição 82
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Ásia News
20/01/2015 09h19

 Ásia news

 

 

VP aposentado da Chun Yu funda Advance Fastech

 

A indústria de fixadores recebe agora a recém- -criada Advance Fastech Industrial Co., Ltd. (AF), fabricante de fixadores, localizada em Gangshan, Kaohsiung. O presidente da nova Cia, Johnson Su, foi executivo da Chun Yu, uma das mais importantes fábricas de Taiwan. Nela, Su começou como assistente de produção e mais tarde foi promovido para o cargo de Operação VP, ao longo dos últimos 38 anos. “Pela Chun Yu, basicamente, a fabricação e comercialização eram minha responsabilidade. Passei um terço da minha carreira trabalhando na Indonésia e EUA. Durante esse período muitas pessoas me perguntaram se eu poderia trabalhar para eles após minha aposentadoria, e é por isso que essa nova empresa foi fundada”, disse Mr. Su. Fundada em julho de 2012, o primeiro pedido para a AF foi de fixadores para o setor aeroespacial, mostrando assim o potencial tecnológico. Su, uma vez, atuou como diretor sênior do TIFI (Taiwan Industrial Fasteners Institute), dada sua facilidade na relação social. Fastech visa, com sua competência técnica e marketing, assumir brevemente a liderança neste setor. Neste momento, ainda está ativa na busca por parceiros comerciais, especialmente nos setores aeroespacial, automotivo e de transporte ferroviário, afim de criar um mercado de fixador com alto valor agregado.  

Fabricante alemã de fixadores automotivos abre filial em Taiwan

A HEWI G. Winker GmbH & Co. KG, indústria alemã de fixadores automotivo, anunciou a criação filial na cidade de portuárias de Kaohsiung, Taiwan. Atualmente, Taiwan têm cerca de 1.290 indústrias de fixadores, 600 delas em Lujhu e Gangshan, distritos de Kaohsiung, polo industrial e sede de uma das mais importantes feiras mundiais de fixadores. Em 2003, Taiwan exportou 1,46 milhões de toneladas em fixadores, alcançando o valor de US$ 3,84 bilhões, na qual 70% provém de Gangshan. Isso leva indústrias a florescer e formar conglomerados. A Hewi é a maior fabricante de fixadores automotivos na Alemanha, fornecedora Tier1 para Volkswagen, BMW e Mercedes-Benz. A filial terá tecnologia de ponta, eficiência em P&D e várias patentes. Otimista com as vantagens de Kaohsiung na indústria de aço, juntamente com um conglomerado de parafuseiras, a Hewi escolheu essa região da nova filial asiática esperando cooperar com empresas locais, obtenção de produtos semiacabados para processá-los, empacotá-los e fornecer para o vasto mercado da China continental. Além disso, os fabricantes de fixadores automotivos de Taiwan podem obter ordens de gigantes automotivas globais via Hewi e abrir a entrada para a cadeia de abastecimento global.  

Panasonic e Ficosa anunciam aliança

Após a aquisição da TRW Automotive pela ZF - um dos principais fornecedores de autopeças na Alemanha - por US 13,5 bilhões, a Panasonic já havia anunciado considerar a aquisição do maior fornecedor de autopeças da Espanha. Fundada em 1949 e sediada em Barcelona, a Ficosa International S/A é uma multinacional dedicada à pesquisa, desenvolvimento, produção e comercialização de sistemas e peças para o setor automotivo e industrial. Está presente nos grandes centros de produção e de engenharia, além possuir escritórios em 19 países na Europa, Ásia e Américas do Norte e do Sul. Em setembro último, o Nikkei News informou que a Panasonic estaria disposta a investir cerca de US 250 milhões na aquisição de quase 50% das ações da espanhola, algo que poderia ser concluído ao final de março de 2015, mas o site da Ficosa já anuncia a fusão.

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com