Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 01
Busca::..
Edição 82
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Usinagem
30/12/2006 03h05

Uma linha de precisão: Acelik

Acelik produz componentes de fixação torneados para indústrias de seotr automobilístico e de arquitetura. O segredo do sucesso é conhecer o negócio para garantir uma boa gestão

 
Em 1990, a Acelik iniciava suas atividades no setor de fixação metálica, produzindo peças usinadas de precisão. Naquela época, eram apenas duas máquinas e a pequena empresa fornecia fixadores para vidros temperados para a área de arquitetura. De acordo com João Paschoal, sócio-gerente da Acelik, além da experiência de seu irmão Vicente Paschoal com fixadores, a troca de informações com outras empresas foi muito importante para o desenvolvimento do trabalho. “Levamos cinco anos para conseguirmos entrar no setor automobilístico, um dos mais exigentes do mercado.”  Hoje, a Acelik tem uma estrutura de 56 funcionários com sede em Santo André e uma filial em São Caetano do Sul, ambas as cidades na Região do ABC (SP).
 
Entre os equipamentos, há 25 tornos automáticos e um torno CNC (Computer Numeric Control – Controle Numérico Computadorizado) de primeira linha. “Fabricamos peças torneadas de precisão e peças especiais. Fornecemos basicamente para indústrias de autopeças e arquitetura.” Para Paschoal, é difícil se manter no setor de fixação. “É muito instável. Por isso, além de fazer produtos de qualidade, deve-se conhecer o negócio. Muitas empresas começam a produzir, mas devido à má gestão não conseguem se manter. O segmento automobilístico, por exemplo, é exigente e muito infiel. Então não se pode depender somente de algumas poucas grandes empresas. Precisa diversificar.”  O gerente afirma, ainda, que a credibilidade da empresa depende do foco no trabalho. “Um dos principais pontos do relacionamento com o cliente é o cumprimento dos prazos. Outro ponto é a especialidade na produção de peças usinadas. Nós nos dedicamos somente à fabricação de componentes de precisão, não temos estamparia.” A Acelik utiliza, como matéria-prima, latão (50%) e aço trefilado resulfurado (50%).
 
Produção
Atualmente, a Acelik destina 44% de sua produção a indústrias de arquitetura e construção, 51% para autopeças e os 5% restantes são divididos entre outros setores — são 70 clientes ativos. “Nosso objetivo é distribuir ainda mais a produção, com aproximadamente 30% para cada um dos principais clientes (arquitetura, construção, autopeças e outros) e 10% para as empresas menores. Queremos entrar mais forte na indústria de eletrodomésticos, onde já temos uma pequena participação”, completa Paschoal. Para ele, esta medida evita a quebra da companhia. “Buscamos o aumento no número de clientes para não dependermos de um ou dois maiores. Precisamos evitar ficar ‘nas mãos’ destes grandes, sendo obrigados a operar com preços muitos baixos.”
 
Vicente Paschoal, diretor industrial, complementa dizendo que algumas indústrias nacionais começam a importar componentes usinados, uma prática mais comum para peças estampadas, que não são de precisão. “É uma concorrência desleal, pois as indústrias, em especial automobilísticas, exigem certificação de qualidade, por exemplo. Como garantir a mesma excelência de um produto que vem de fora? Aqui, nós temos um equipamento específico, o projetor de perfil, para analisar os detalhes da peça encomendada pelo cliente, para que não haja erro na produção. A peça deve ser precisa.” A Acelik possui certificação ISO 9001 – 2000.
 
 
 
Acelik Usinagem em Tornos Automáticos
Av. Novo Horizonte, 175
Santo André (SP)
Tel.: (11) 4421-0133
COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com