Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 04
Busca::..
Edição 82
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Artigos: Produto limpo e resistente
30/06/2007 10h46

Dois processos são extremamente importantes na fabricação de parafusos de inox: a passivação e a decapagem. Sem eles, não haveria boa aparência nem resistência à corrosão

Desde a entrada da matéria-prima até a confecção do produto final, os materiais sofrem contaminações e agressões no meio ambiente, por parte do ferro, enxofre e óleo e até mesmo devido à sua entrada na máquina. Isso tudo causa impregnações. E elas podem, inclusive, ocasionar uma oxidação superficial à peça. Daí a importância da decapagem (para limpeza) e da passivação (que protege e propicia resistência à corrosão). A decapagem e a passivação estão intimamente ligadas.
É na decapagem, feita normalmente com produtos ácidos, que ocorre a limpeza e retirada de sujidades. Mas esse processo deixa lacunas ou poros e é justamente aí que entra a passivação. Ela promove resistência à corrosão e é realizada por meio de banho com um conjunto de produtos. Ao secar, a peça fica com os “poros” preenchidos e se forma uma camada protetora na presença de oxidantes.
Exemplos
A Parnox, situada no bairro de Vila Prudente (SP), é uma empresa certificada ISO 9001:2000, que atua há 16 anos na atividade de fabricação e comercialização de fixadores em aço inox e ligas especiais em todos os segmentos. A empresa produz fixadores e peças especiais a frio, quente (forjado) e usinagem de precisão (Tornos CNC). Atualmente, conta com 90 funcionários e uma planta de 3 mil metros quadrados. “Temos um setor de acabamento que realiza o processo de decapagem e de passivação”, conta Carlos Roberto da Silva, proprietário da Parnox. Ele detalha que no processo de decapagem é utilizado um desengraxante e detergente biodegradável e na passivação são usados produtos específicos para esse processo.
“São gastas aproximadamente duas horas para realizá-lo, depois os itens seguem para abrilhantamento natural e está pronto para uso”, diz Silva. Na opinião dele, o aço inox é pouco explorado no Brasil e tem muito para ser difundido. Já o supervisor de qualidade da Parnox, Alessandro Silva, completa que o tratamento de inox consiste na proteção do aço contra corrosão e limpeza, uma vez que, ao ser estampado a quente, ele cria uma camada escura na área que ficou exposta à indução. “Estes sistemas foram criados há algum tempo para proteger, dar maior durabilidade e melhor aparência ao produto fabricado”, enfatiza. “São usados em todos os itens fabricados a partir de aço inoxidável do tipo austenítico”, explica.
BSW
A BSW Indústria e Comércio de Parafusos e Ferragens Ltda., sediada em Guarulhos (SP), é fabricante de parafusos, porcas, arruelas, rebites, prisioneiros, barra rosqueada e peças especiais conforme desenho ou amostra (aço inoxidável, latão e alumínio). Segundo Francisco Juscele, gerente de produção da BSW, na empresa são utilizados os tratamentos de decapagem, polimento e passivação. “Esses processos melhoram a aparência do produto acabado e aumentam sua resistência aos ataques do meio ambiente”, cita o gerente de produção. Ele acrescenta que, no caso da BSW, os dois serviços são fornecidos por meio da prestação de serviços de empresas terceirizadas que trabalham com beneficiamento de metais. “Nossos produtos são usados em indústrias siderúrgicas, petroquímicas, petrolíferas, de mineração e alimentícia, entre outras”, comenta.

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com