Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 93
Busca::..
Edição 93
Edição 92
Edição 91
Edição 90
Edição 89
Edição 88
Edição 87
Edição 86
Edição 85
Edição 84
Edição 83
Edição 82
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Ásia News
07/06/2022 09h06

Ásia News

 

Produtos de Taiwan devem sofrer impactos por sanções contra a Rússia

A Guerra entre Rússia e Ucrânia tem gerado sanções impostas pelos EUA, Reino Unido e União Europeia. Caso Taiwan restrinja suas exportações para a Rússia, três de suas principais mercadorias serão afetadas, tal como itens de informação e comunicação. Em importações os impactos incluem gás natural, carvão, aço, cobre e outros metais básicos.

Segundo seu Ministério das Finanças, Taiwan exportou para a Rússia nos últimos três anos entre US$ 1,02 bilhão e US$ 1,32 bilhão, anualmente. Em 2021, sua exportação para a Europa alcançou US$ 38,49 bilhões, com US$ 1,32 bilhão do total para a Rússia. Pela estimativa, as restrições à exportação para a Rússia têm impacto limitado no total de produtos Made in Taiwan.

Entre os produtos taiwaneses comprados pela Rússia em 2021, os itens de informação/comunicação e de áudio e vídeo foram a maior categoria, com US$ 374 milhões. Em seguida vem máquinas, com US$ 255 milhões, com produtos básicos de metal em terceiro, como US$ 178 milhões, valor que envolve principalmente itens de aço inox, com US$ 41 milhões, dos quais parafusos e similares em inox corresponderam a US$ 38 milhões. Ainda no ano passado, Taiwan importou US$ 5 bilhões de mercadorias russas, sendo 60% de gás natural e carvão, 30% de metais básicos, como aço e cobre.

Zheng Tung, uma nova galvanoplastia para a indústria de fixadores

Principal fabricante taiwanês de aço em barras, tarugos e bobinas de arames, Hai-Kwang Group, fundou ao fnal de 2021 uma nova subsidiária sob o nome “Zheng Tung Environmental Protection Tech. Co., Ltd”, anunciando assim uma extensão de atividades para prestar serviços em tratamento de superfície para a indústria de fixadores e afins.

“Aqui dispomos de 47.600 m² de terreno para uso industrial Gr.1, sistemas de controle de armazenamento e fornecimento de energia de alta voltagem, 69 KVA, garantindo assim o fornecimento contínuo de energia para fabricação e instalações avançadas de águas residuais compatíveis com EPA (incluindo 6 conjuntos de águas residuais EDR instalações de reciclagem e uma cisterna de 16.000 m3 para escassez de água), bem como recursos sufi cientes de capital, tecnologia e talento”, disse o Tsan- -Ming HUANG, CEO da Zheng Tung.

As quatro linhas de tratamento térmico da Zheng Tung entraram em operação desde ao final de 2021, e as outras 2 linhas de galvanoplastia estão quase prontas. A nova empresa também planeja adicionar mais linhas galvânicas, revestimento e tratamento de águas residuais, ainda este ano, para oferecer ao mercado um serviço mais abrangente. “Adotamos o mais alto padrão de controle de amônia-nitrogênio para projetar nosso sistema de águas residuais e esperamos processar cerca de 22.000 toneladas/mês”, disse o executivo.

A Zheng Tung introduziu a plataforma Smart Factory 4.0, de sua empresa mãe, em vez de adotar formas convencionais de outros tratadores de superfície de fixadores, o que permite aos clientes fazerem reservas on-line para programar tratamentos.

Ta Chen International's Additional Capacity in the U.S. to Come up in H2 2022

Com faturamento 2021 totalizado, em dólar taiwanês, NTD 97,05 bilhões (US$ 3,37 bilhões), a Ta Chen International quebrou recordes históricos. Dado os altos preços do aço inox e fixadores, somado a intenção dos Estados Unidos de revogar o imposto de importação da União Europeia, bem como a capacidade adicional da empresa de chegar aos EUA no segundo semestre do ano, é esperada uma receita anual para 2022 com 10% de elevação, ultrapassando NTD 100 bilhões (US$ 3,48 bilhões).

Ta Chen tem conseguido reduzir os gargalos em suas instalações nos EUA, implantou no ano passado uma segunda linha produtiva de laminação a frio, esperando assim que sua capacidade adicional emerja no segundo semestre deste ano. Por estimativa, sua capacidade deverá aumentar de 13 mil para 18 mil toneladas ao mês. Já a segunda linha de produção, capacitada para 13 mil toneladas, deverá ser concluída em meados de 2023, o que elevará a capacidade produtiva mensal para 31 mil toneladas.

Laboratório de atuação global em testes com fixadores, o iTAC cria com fabricantes internacionais

Embora existam muitos laboratórios de qualidade em todo o mundo, o iTAC Laboratory Co., Ltd, Taywan, é um dos poucos laboratórios terceirizado com foco em fixadores. Fundada em 2005, o iTAC levou apenas um ano para ser certificado ISO/IEC 17025 pela TAF. Dedicado com independência, justiça e objetividade, ele é um laboratório profissional terceirizado com certificado igual ao American A2LA. O TAF é membro do Mutual Recognition Arrangement, co-estabelecido pelo IAF e ILAC, o que torno os relatórios emitidos pelo iTAC credenciados em todo o mundo.

Com equipe altamente qualificada e experiente na fabricação de fixadores, iTAC é o parceiro ideal para serviços completos de inspeção, além dos relatórios de testes de terceiros, o iTAC fornece: (1) testes de laboratório de terceiros; (2) serviços de teste no local em locais designados pelos clientes; (3) avaliação da planta, avaliação CQI-9 e CQI-11; (4) documentos e consultas do PPAP; (5) consulta sobre terceirização e subcontratação de laboratório; (6) testes personalizados e consulta de testes; (7) consulta sobre outros documentos relacionados com a qualidade (desenhos, especificações, regulamentos) e serviços.  

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com