Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 84
Busca::..
Edição 85
Edição 84
Edição 83
Edição 82
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Europa News
28/12/2020 06h08

Europa News

Würth: uma boa performance apesar da pandemia

O grupo faturou € 6,9 bilhões no primeiro semestre de 2020, -3,1% sobre o mesmo período em 2019, mas sua participação no e-business aumentou 20%

Ajustadas às moedas locais, as vendas do Grupo Würth foram de -2,9%, uma queda ocorrida tanto dentro da Alemanha (-0,5%), quanto fora (-4,9%). “Considerando o cenário atual de pandemia, estamos mais do que satisfeitos com este desempenho relativamente estável. Devido ao comércio especializado ser considerado um negócio essencial, e com o sucesso no estabelecimento em anos anteriores de uma infraestrutura digital nos processos de pedidos e suprimentos, sempre conseguimos entregar de tudo, e não sofremos nenhum gargalo de abastecimento”, disse Robert Friedmann, presidente do conselho administrativo do Grupo.

Na Alemanha, as vendas alcançaram € 2,9 bilhões, o que corresponde a -0,5%. “Lucramos com o fato de a indústria da construção ter mantido vendas crescentes nos primeiros meses de 2020. Como fornecedor automotivo, por outro lado, sentimos os efeitos da ainda sofrida indústria automotiva”, explicou.

Empresa mãe e a maior empresa do Grupo, as vendas da Adolf Würth GmbH & Co. KG foram de € 1,061 bilhão (incluindo vendas intragrupo) no primeiro semestre de 2020, crescimento de 2,5%.

Comparado ao primeiro semestre 2019, em 2020 as vendas globais da divisão Construção cresceram 9,2%, impulsionadas pela continuidade da forte demanda desse setor. Já as empresas da unidade de negócios Atacado Elétrico também apresentaram forte crescimento, com 13,7%. Entre os fatores positivos que influenciam as vendas dessa unidade incluem capacidades de fornecimento estáveis, e uma aquisição na Espanha, concluída em 2019.

Com € 280 milhões ao final da primeira metade de 2020, o resultado operacional do Grupo caiu significativamente em relação aos € 340 milhões do mesmo período em 2019. “É algo que temos que lidar, mesmo assim estamos bastante satisfeitos. Buscamos todas opções em termos gestão de vendas e custos para ter certeza de que podemos transformar essa crise em uma oportunidade”, concluiu Friedmann.

E-business Würth fez a diferença na pandemia

Houve forte impacto da Covid-19 nas unidades Würth da Espanha, França e Itália. Porém, apesar da paralisação econômica geral em muitos países - como na França, que impôs um bloqueio total em abril e muitas restrições em maio - as empresas ainda obtiveram grandes resultados por meio de seus canais de e-business.

A mudança estrutural estratégica para canais digitais, como lojas online, o App Würth e o e-procurement, resultou na Würth France um crescimento no e-business de 27,8% no primeiro semestre 2020. As soluções de aquisição sem contato provaram ser a solução ideal.

O desempenho e a eficiência do Grupo ainda são impulsionados por três fatores, incluindo sua estratégia multicanal, sua diversifi cação de risco por meio de sua presença internacional e diversos modelos de negócios. Como resultado, o Grupo sempre foi capaz de permanecer um parceiro flexível para seus clientes nos negócios especializados e na indústria durante a pandemia.

Dejond: nova vedação à prova d'água

A Dejond N.V apresenta nova solução para vedação em sua linha de porcas rebite Tubtara, na série HDKX com vedação de resina Precote 5, para aplicações que demandam instalações embutidas. O novo Precote 5 é uma resina aplicada no corpo da porca rebite, sob a cabeça pequena ou escareada. Sua criação provém de alguns clientes que solicitavam à Dejond para fazer uma porca rebite à prova de vazamento em instalações embutidas, altamente confiável.

Durante a instalação dessa porca rebite o excesso de material de resina é raspado da haste em direção à cabeça, formando assim uma vedação entre a cabeça de descarga e o material de base, no qual o inserto é rebitado. A vedação tem apenas 0,25 mm de espessura, boa aplicação em aço zincado ou inox, e oferece boa resistência térmica e química, tornando-a adequada para uso com água e diversos outros fluidos automotivos. Para porcas rebite semi-hexagonais o raio do furo hexadecimal recomendado deve ser observado, mas se instalado corretamente em furos formados corretamente, esta vedação de resina garante um conjunto à prova d'água IP 67.

Com as populares séries HX e HDPX, apresentando um O-ring ou vedação Rimlex, a Dejond afirma que a linha Tubtara defi niu o padrão para montagem de porca rebite estanque.

Belga com certificação EN9100, a Dejond é uma indústria com experiência em conformação a frio em aço inox, fabricante de porcas rebite Tubtara e outras porcas rebite inovadoras, sob medida. Ela atende indústrias em geral, automotiva e aviação em todo o mundo através de uma rede de distribuidores especializados em fixação.

Fastener Fair Stuttgart 2021 já tem 80% dos estandes reservados

Feira dedicada ao mercado de fixadores, programada para os dias 18 a 20 de maio de 2021 no Messe Stuttgart, Alemanha, a Fastener Fair Stuttgart ocupará na edição 2021 um pavilhão (hall) adicional para atender sua crescente demanda por espaço. Além disso, o hall 7 será destinado à Bonding & Adhesives Technology, uma área exclusiva para exposição de colas e tecnologias adesivas, segmento que vem se tornando uma escolha vital na construção leve, na indústria automotiva e eletrônica. Após seu lançamento bem-sucedido em 2019, essa área se repetirá na edição 2021, e como as mais recentes inovações.

Além de adesivos e colas, o evento, claro, traz uma infinidade de tipos de fixadores metálicos, fixadores de plástico e de material híbrido, bem como mini e micro fixadores. Entre as principais áreas de aplicação desses tipos de produtos se incluem as áreas de construção, automotiva, aeroespacial, maquinário industrial, eletrônicos, eletrodomésticos, dispositivos médicos, instalações sanitárias, fabricação de móveis e muito mais.

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com