Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 84
Busca::..
Edição 85
Edição 84
Edição 83
Edição 82
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Notas
28/12/2020 06h32

Notas 

Hariton Machinery completa 50 Anos

“Compramos e vendemos desde uma simples máquina até uma fábrica inteira” 

Em novembro de 2007 a Revista do Parafuso, em sua 6ª edição, obteve seu primeiro anunciante do exterior, a Hariton Machinery Co., empresa da cidade de Bridgeport, no estado de Connecticut, cerca de 100 km de New York, EUA.

Fundada e dirigida por Mark Hariton e sua esposa, Tricia Hariton, desde 1970, a Hariton se consolidou na compra e venda de máquinas industriais novas e usadas, especialmente para uso na fabricação de fixadores e artefatos metálicos em geral, feitos a partir de arames, além de outros manufaturados por meio de processos a frio e quente. A atuação da Hariton é global, com representantes locais de vendas na Alemanha, Austrália, Brasil, Coreia do Sul, Espanha, Índia, Itália, Japão, México, Tailândia e Turquia.

“Compramos desde uma simples máquina, até uma fábrica inteira, esteja ela em qualquer parte do mundo” é o mote da empresa. “Hoje, após meio século de atividades, dispomos de duas gerações trabalhando ativamente em conjunto para continuar atendendo nossos clientes em todo o mundo. Mantemos constantes contatos com os principais fabricantes do globo e, portanto, podemos lhes oferecer o melhor em equipamentos novos e usados”, disse Mark.

“Nosso atual estoque dispõe de centenas de máquinas. Nós os apoiamos 100%, ao contrário de comprar uma máquina por meio de um corretor ou em um leilão público. Além disso, o cliente sempre receberá 30 dias de MDNA, privilégio de devolução em qualquer máquina que é vendida de nosso estoque”, completou.

Outra área de expertise da Hariton é a avaliação desses tipos de equipamento. Isso pode ser feito para o cliente e seu banco ou outra organização de leasing que esteja interessada em financiar a compra de equipamentos adicionais. “Atualmente, temos dois avaliadores certificados e acreditados à disposição para atender às suas necessidades de avaliação. Tudo isso, é claro, é feito em uma base estritamente confidencial. Estamos sempre em busca de bons equipamentos usados. Nesses 50 anos nos envolvemos na compra de uma série de instalações de manufatura de forjamento a quente, grandes e pequenas. machinery@haritonmachinery.com 

 

Um orgulhoso cidadão norte-americano

Com grande pesar, a SouthWind International notifica o falecimento de Kenneth Lloyd Williams, presidente e fundador de uma de suas representadas no Brasil, a Universal Punch Corp.

Em seus 63 anos nos negócios, Ken se consagrou com um dos ícones mundiais no fornecimento de ferramentas de conformação a frio, bem como em calibradores de dispositivos de controle para o setor de fixadores automotivos e na área medica/ortopédica.

Nascido no norte da Inglaterra em 22/10/1928, aos dois meses de idade sua família imigrou para o Canadá. Em 1955 casou-se com Joan, sua fiel companheira até seu último dia, 23/10/2020.

Em 1957, o casal foi trabalhar na África do Sul, onde testemunharam e se posicionaram contra o Apartheid. Em 1958, Ken e Joan trocaram as trevas sul-africanas pelo iluminado clima de liberdade dos EUA, na Califórnia, onde tiveram três filhos, Ken Jr., Klinton e Kevin. Em 1963 o casal obteve a cidadania norte-americana.

Joan, seus três filhos, nove netos e doze bisnetos expressaram em carta sua gratidão pelos cuidados do Sea Crest Hospice e sua maravilhosa equipe de enfermeiras que ajudaram a família Williams nas últimas semanas do amado Ken.

Hassmann completa 65º aniversário se renovando A geração familiar que irá comandar a empresa no centenário já está pronta

Uma das mais importantes manufaturas de fixadores do País, a Metalúrgica Hassmann S/A foi criada em 1955 pela brasileira Elka e seu marido austríaco Karl Hassmann (1930 - 2014). Desde o nascimento a empresa está sediada em Imigrante, cidade do Rio Grande do Sul, onde o clã Hassmann já tem pronta a terceira geração que guiará a empresa rumo ao centenário. Durante seus primeiros passos a modesta empresa fazia reparos e manutenção em equipamentos mecânicos, além de fabricar pequenas peças para a indústria local, especialmente para o uso no setor agropecuário. Pouco tempo depois as atividades foram se ampliando com o surgimento de novas oportunidades, como um processo que envolveu a fabricação de fechaduras para portas, janelas e esquadrias de metal, tudo isso destinando para Pontifícia Universidade Católica (PUC), do Rio Grande do Sul, localizada em Porto Alegre, capital do Estado, distante 130 km de Imigrante.

Sobre o ingresso como indústria de fixadores, essa atividade teve seu início a partir de 1960, principalmente por causa da busca do sr. Karl em atuar com produtos de produção seriada, dentro de padrões internacionais de qualidade, aliada a uma necessidade no Brasil, até então, com seu processo de industrialização apenas começando. Desde então, a Hassmann vem consolidando sua marca em nível nacional e internacional, não poupando investimentos e esforços em manter e aprimorar seus níveis de qualidade, tornando-a uma das mais importantes fabricantes de fixadores da América do Sul.

Com 360 colaboradores, sua capacidade instalada permite produzir 1,8 mil toneladas/mês, divididas em mais de 50 mil tipos de fixadores, como parafusos, rebites e peças especiais, produzidos com diâmetros entre M5 e M30 através do processo de conformação a frio e a quente, sempre seguindo as mais rígidas regulamentações de qualidade, fornecendo produtos para a indústria automotiva, agrícola e eletroeletrônica. Além disso, a empresa tem operações no exterior, com escritório próprio em Brickell Key, Miami, Flórida, EUA.

Confirmado o curso de pós-graduação Engenharia de Elementos de Fixação

Anunciado para começar em agosto de 2020, mas adiado devido a pandemia, o curso de pós-graduação em Engenharia de Elementos do Fixação (Lato Sensu), da Fundação Santo André (FSA), terá início em fevereiro de 2021, nas dependências da faculdade, na cidade de Santo André, Grande São Paulo.

Com apoio das empresas Assahi (máquinas equipamentos de aperto) e Metaltork (fabricante de fixadores), o curso, com vagas limitadas, terá três semestres de duração e com aulas presenciais, às quintas e sextas-feiras das 19:15 às 22:30.

Inicialmente, este Curso deverá contar com o mínimo de dez alunos e máximo de 25, com início em agosto próximo, cabendo ao primeiro semestre de 2020 as ações devidas de divulgação. A coordenação está sob os professores e engenheiros Marco Antônio Colósio, docente junto à FSA o dr. Roberto Garcia, que idealizaram este curso, de suma importância para o País. marco.colosio@fsa.br

 

Manassero: 30 anos de negócios com máquinas para fabricação de fixadores

Empresa revendedora de máquinas novas e usadas para uso na produção de fixadores metálicos, com sede em Torino, Itália, a Manassero & C. srl foi fundada há 30 anos. Ex-agente de negócios da National Machinery, EUA, Savino Manassero continua à frente dos negócios junto com Marco, Filippo e Niccolò, seus filhos.

Desde que se estabeleceu como um mero comércio, a Manassero cresceu ano após ano graças à confiança de milhares de clientes conquistados em todo o mundo. Sua estrutura dispõe de dois armazéns de 1,5 mil m² cada (o segundo construído em 2018), onde centenas de máquinas usadas são mantidas em estoque e prontas para inspeção.

"As linhas de máquinas para conformação a frio, como máquinas progressivas e as bolt makers estão em nosso core business. Também lidamos com rolos para laminação de rosca, trefiladoras, máquinas para fazer pregos e outras relacionadas à fabricação a partir do arame. Sempre apostamos na alta qualidade, em lidar somente com máquinas em bom estado de conservação. Além disso, trabalhamos, principalmente, com máquinas produzidas na Europa, EUA e Japão”, disse Marco Manassero.

“Nossa força se concentra na essência familiar, um valor no qual todos podem confiar. Nossas relações comerciais são duradouras com os principais players globais da indústria de fixadores, e isso é a melhor prova de solidez. E nessas relações podemos estudar projetos de clientes tratando-os com a devida confidencialidade e recomendando o que há de melhor em tecnologia. Em alguns casos alugamos máquinas. Compramos desde máquinas avulsas até uma planta industrial inteira, de "porteira fechada".

Nosso site dispõe de relatórios detalhados, fotos e vídeos para cada máquina (em funcionamento), o que dinamiza a relação e pode evitar longos e desnecessários deslocamentos”, concluiu Marco. www.manassero.eu

 

Wire & Tube Düsseldorf somente em 2022

 

Organizadora de eventos, a Messe Düsseldorf decidiu esquecer a Wire & Tube 2020 e se focar na edição de 2022, provavelmente entre o final de março e começo de abril. O evento que fora adiado para dezembro deste ano está cancelado. info@messe-duesseldorf.de

 

Amigos globais aposentados

 

Em 2011 tivemos a primeira das três Fastener Fair Brasil (FFB), feira do setor de parafusos e afins, inativa no país desde a edição 2014. Esse evento ajudou a ampliar nossas relações internacionais, especialmente graças a Phil Matten, por 18 anos editor executivo da Fastener + Fixing Magazine (F+FM), publicação impressa e eletrônica, do Reino Unido. A F+FM pertence ao mesmo grupo que organiza a feira.(Foto Phil Matten, Davut Dolgun e Sergio Milatias na Fastener Fair Stuttgart, Alemanha (2019))

Phil teve a iniciativa formar um intercâmbio de notícias entre a Revista do Parafuso e a F+FM. Nossa seção lá se chama Brazilian News, enquanto aqui batizamos a seção deles de Europa News. Essa iniciativa fez o mercado brasileiro ser bem mais conhecido no exterior e nos ajudou a formar outras parcerias, da Europa, Ásia e EUA.

Voltando a FFB 2011, foi nela que conhecemos Davut Dolgun, homem de negócios da Berdan Civata, fabricante turca de fixadores. Expositor no evento, Davut nos convidou para conhecer um pouco sobre a Berdan Civata.

Mal dava para imaginar quantas vezes reencontraríamos essas duas grandes figuras, Phil e Davut, que se aposentaram em 2020. Antes, ainda deu um tempinho para uma selfi e (foto acima) na Fastener Fair Stuttgart, Alemanha, em 2019. Bem, além de poder se dedicar um pouco mais ao jogar golfe, Phil ainda está na ativa, como ele descreveu na seção Persona desta edição; já o Davut tem postado fotos no Facebook de suas viagens e curtindo sua família, além das fotos de frutas e flores em sua propriedade rural, em Mersin, Turquia.

Tecno Lift em fase de elevação

Parte do Grupo Sacma, a Tecno Lift Srl é fabricante de elevadores, tremonhas e esteiras transportadoras, linhas utilizadas em sistemas de carregamento e alimentação em máquinas de produção seriada de parafusos, porcas e demais tipos de fixadores peças especiais.

Com sede em Castelnuovo Scrivia, cerca de 65 km de Milão, Itália, a empresa opera dentro dos mais altos padrões de tecnologia da sua nave mãe, a Sacma, atendendo pedidos de diversas partes do globo de acordo com o projeto do cliente.

O portfólio Tecno Lift é composto de elevadores verticais para conexão diretamente aos trilhos de alimentação das máquinas operatrizes, sendo esses os dispositivos mais competitivos para alimentação de peças médias e longas, alimentadores vibratórios lineares para carregar blanks e arruelas, unidade de carregamento combinada com tremonhas de pesagem para alimentação precisa de peças de pequeno e médio porte, esteiras transportadoras para carregamento de blanks em alimentadores vibratórios e outros sistemas vibratórios, fornecendo quantidades constantes e precisas, esteiras transportadoras para peças acabadas e/ou sobras.

Considerando que na fabricação de fixadores sempre se busca um conceito de controle de qualidade total, a unidade de sub-lote permite dividir um grande lote de produção em sub-lotes gerenciáveis para que possam ser controlados facilmente durante o processo. A Tecno Lift vai além, produzindo também elevadores basculantes para uma completa automação do sistema de carregamento, com a possibilidade de levantar e girar os contêineres. info@sacmamachinery.com 

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com