Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 69
Busca::..
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Eventos - Feimec
22/05/2018 04h35

Eventos

Feimec 2018, nem parece ser uma nova feira

"Essa cidade é pequena demais para nós dois", diria a Feimec para a Feira Mecânica, com o próximo capítulo marcado para 2020. Portanto, preparem a pipoca.  

 

A segunda edição da Feimec, a nova feira da indústria metal-mecânica, evento este resultante do "desencontro de interesses” entre os principais patrocinadores e organizadores da Feira Mecânica, evento do mesmo mercado.

Aparentemente, a Feimec está levando a melhor, mas esse "duelo" lesa o expositor e também o visitante. Conforme diz um provérbio indiano, "quando dois elefantes brigam, quem sofre é a grama".

Assumir a ponta da disputa é algo que pode se consolidar já em 2019, pois é na venda dos estandes que tudo se definirá . Da mesma forma, o pavilhão São Paulo Expo (na Rodovia dos Imigrantes) também se afirma como o point dos grandes eventos, recebendo um "vento de cauda" seja por suas virtudes, seja pela gestão paquidérmica do poder público, ainda gestor do pavilhão Anhembi, iludido na crença de ser tão hábil quanto o setor privado em organizar feiras de negócios em concorrência a céu aberto. Fora a ironia e o gosto azedo deste texto, a feira foi muito boa e parece que neste pavilhão o número de curiosos pode estar em declínio, o que poderá impactar para baixo nas estatísticas de visitantes, mas ampliará a credibilidade de quem realmente tem o que fazer de útil por ali.  

       Marposs

Valmir Pinhas e Douglas Rodrigues(depto. comercial)

Pela ótica da real retomada das indústrias no País, esta Feimec foi muito relevante, especialmente quando ouvíamos dos clientes relatos da expansãonos processos produtivos e investimento em novos projetos. Já reservamos estande para a Expomafe 2019, mas antes disso, as linhas Brankamp mantêm-se em constantes participações em feiras de fixação pelo mundo, incluindo a Fastener Fair Italy, em Setembro próximo. Na Feimec estivemos destacando o equipamento X3s – Brankamp, indicado para uso em máquinas conformadoras a frio e a quente, laminadoras de roscas e prensas verticais. O principal benefício dessa linha habita entre aumento da produtividade e a redução do custo ferramental e um maior controle de qualidade nas peças produzidas.

Nossa maior novidade nesta feira foi o OptoFlash, um equipamento que complementa sua linha de medição óptica. Projetado para eixos de pequeno porte, fixadores e implantes dentários, o OptoFlash é a solução para controle de qualidade preciso, tanto no laboratório quanto no ambiente produtivo.

 

                                                  Bonino Brasil

Paolo Bonino e Wagner Hagemann

Estreante na Feimec, a Bonino é uma indústria italiana que produz sistemas de alimentação através de panelas vibratórias para parafusos, rebites, porcas, arruelas em sistemas de fabricação ou em máquinas de escolha. A Cia opera com mais de 200 colaboradores, fatura € 30 milhões/ano, sendo a 2ª maior no mundo neste setor. Durante três anos ela operou no Brasil, sua única divisão produtiva fora da Itália, que desde março foi oficializada como Bonino Brasil, com sede em Jundiaí, SP. Expondo ao lado do diretor internacional Paulo Bonino, Wagner Hagemann, diretor local, relatou que as linhas produzidas aqui são as mesmas feitas na Itália, totalizando 350 unidades/ano feitas por 14 colaboradores. “A novidade na feira é o nosso sistema de visão integrada ao alimentador de alta velocidade, já utilizado na Europa, mas inédito no Brasil”, concluiu Hagemann.

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com