Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 69
Busca::..
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Itália news
22/05/2018 04h33

Itália news

Fragilização por hidogênio foi o tema da convenção Upiveb-Glomax  

Sérgio Pirovano, Umberto Spina, Renzo Valentini, Paolo Redaelli, Stefano Galleani

Conferência realizada em Milão, em 8 de março, foi organizada pela Unione Produttori Italiani Viteria e Bulloneria - UPIVEB, entidade que atua em defesa da indústria de fixadores na Itália. O evento teve o apoio da Glomax srl, empresa que atua na prestação de serviços em processos anticorrosivos e que já esteve representada no Brasil durante evento na ABTS, em 2014, na pessoa de Stefano Galleani. O tema central da conferência foi "Fragilização por Hidrogênio". Palestraram Sergio Pirovano, presidente da Upiveb; Umberto Spina, presidente Glomax Srl; Renzo Valentini, professor titular da Universidade de Pisa (Departamento de “Química Industrial Engenharia Química e Ciência dos Materiais”); Paolo Redaelli, gerente de P&D do Grupo Fontana; e Stefano Galleani, gerente de produtos da Glomax Srl. Na oportunidade, participantes de diversos setores recebe-ram orientações sobre diferentes produtos, processos e dispositivos visando ampliar seus conhecimentos para melhorar seus níveis de prevenção a um problema que se tornará cada vez mais impactante nos próximos anos, causadora de muitos defeitos e até acidentes.

Segundo os organizadores, esta é uma questão muito ampla e que demanda análises bem aprofundadas em todos os setores. O encontro procurou envolver todos os atores do centro dos problemas e assim promover uma colaboração real, objetivando melhorar ainda mais a presença e a visibilidade da indústria italiana no setor, em termos de qualidade e quantidade.

 

  Specialinsert Srl obtém a certificação IATF 16949:2016  

Localizada na cidade de Turin, norte da Itália, a fabricante de fixadores Specialinsert Srl acaba de alcançar certificação pela International Automotive Task Force, a IATF 16949: 2016. Em combinação com o padrão de auditoria VDA6.3 – usada para avaliar e melhorar os processos operacionais usados pela Specialinsert, que é exigido e usado pelos fabricantes de automóveis mais exigentes – o padrão IATF representa o nível mais alto de organização de qualidade que uma empresa pode alcançar no fornecimento ao setor automotivo. A nova certificação do sistema de gestão é resultante de uma filosofia bem definida, perseguida pela Cia, que visa fortalecer e aperfeiçoar constantemente todos seus processos, consolidando uma vantagem competitiva para a inovação, fidelização de stakeholders, qualidade dos produtos e serviços oferecidos e a reputação da marca, que tem sido difícil ao longo de anos de profissionalismo e dedicação.

 
Viti Srl se associa a Upiveb

Para ser verdadeiramente representativa, a base de membros de uma entidade de classe tem que refletir profundamente a realidade do seu setor, ou seja, deve haver inúmeros membros que participem ativamente de suas atividades. Portanto, a recente entrada da Viti Srl na UPIVEB - muito saudada pelo comitê da entidade e seu presidente, Sergio Pirovano - é um evento muito positivo, especialmente por se tratar de uma empresa histórica, sediada em Lecco (na Lombardia, próximo a Milão), especializada na produção de parafusos auto-brocantes e outros sistemas especiais de fixação. Fundada em 1974, a empresa atingiu uma capacidade de produção de mais de um bilhão de parafusos por ano, destinados ao mercado local e internacional.  

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com