Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 59
Busca::..
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Notas
03/10/2016 11h18

Notas

 
UPtrain: treinamento e consultoria para sistemas de aperto de fixadores
 
 
 
Após mais de 30 anos de atuação na Atlas Copco Brasil, Alcides Ferrari Jr. inicia voo solo com a criação da UPtrain Treinamento, Consultoria e Projetos de Equipamentos Ltda., empresa prestadora de serviços como treinamentos e consultoria em projetos e processos de aperto de fixadores roscados. Engenheiro e físico, Ferrari tem uma longa trajetória no mercado de ferramentas de aperto, com atuação nos mais variados segmentos industriais no Brasil. Seus treinamentos envolvem técnicas que proporcionam aos profissionais aprendizado e base para o autodesenvolvimento, preparando-os para equacionarem e solucionarem os desafios que ocorrem nas áreas de produtos, processos, manutenção, qualidade e produção.Já a consultoria prestada pela UPtrain visa orientar empresas a obterem soluções eficientes em ferramentas de aperto, equipamentos e dispositivos para linhas de montagem e laboratórios de calibração.
 
 
 
 
UPtrain
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Recall do Porsche 918 Spyder está na fixação dos cintos de segurança
 
Em convocação anunciada em julho deste ano, a Porsche Cars North America, Inc. informou os proprietários do modelo superesportivo 918 Spyder, comercializado nos Estados Unidos, devem procurar a rede da marca para reparo envolvendo parafusos dos cintos de segurança. De acordo com nota divulgada pela Cia, o chamado ocorre devido a uma falha na montagem deste sistema, no qual um erro no catálogo de peças onde estaria informado incorretamente o ponto de fixação de determinados parafusos. “Não podemos descartar a possibilidade que, devido ao erro no catálogo, nossos técnicos responsáveis pela montagem dos veículos teriam sido induzidos a fazer fixações de modo equivocado. Assim, a função dos cintos de segurança pode, possivelmente, ter sido prejudicada, envolvendo alto risco em casos de acidentes. Por segurança, esses parafusos devem ser revisados e, se constatado o erro, substituídos”, informou a Porsche.
 
 
MWM Motores premia Metalac entre os melhores fornecedores do ano
 
 
A MWM International Motores Diesel Ltda. realizou no dia 01 de Setembro de 2016, em sua unidade industrial na cidade de São Paulo, a premiação dos melhores fornecedores do ano, na quarta edição do Supplier Award. O evento contou com a presença de executivos da MWM, como o diretor de Supply Chain, Paulo Rolin e o presidente e CEO da Navistar Mercosul, José Eduardo Luzzi. Entre os executivos das empresas premiadas estavam Leonardo Falcão Rollo (1) e Reginaldo Colicchio (2), respectivamente presidente e gerente comercial da fabricante de fixadores Metalac.
 
De acordo com assessoria de imprensa da anfitriã, através do processo de Global Supplier Rating System (GSRS), a MWM avalia itens como qualidade, performance de entrega e flexibilidade, capacidade tecnológica e desempenho no desenvolvimento de novos produtos, postura comercial e contribuição em redução de custo de cada fornecedor. Além dos parâmetros acima citados, a exemplo da edição anterior, foram premiados os fornecedores de serviços de logística e também os parceiros eleitos na categoria “Destaque em Desenvolvimento”.
 
 
Prêmio Ciser de Inovação Tecnológica 2016 consagra vencedores
 
Criado em 2010 como forma de incentivar a pesquisa científica e tecnológica no Brasil, o Prêmio CISER de Inovação Tecnológica conta com o apoio de entidades ligadas à inovação, como o Ministério da Ciência e Tecnologia (MCTI), Fapesc, Fapemig, Anpei e Certi, com o patrocínio da Gerdau.
 
Na noite de 25 de agosto, o acadêmico Mickael Messias Rodrigues da Silva, de João Pessoa (PB), foi consagrado como o vencedor da 5ª edição do Prêmio Ciser de Inovação Tecnológica, apresentando o projeto “Fixador Polimérico com Travamento Fixo e Montagem Manual”. A iniciativa consiste no desenvolvimento de itens de fixação que não exigem o uso de ferramentas para sua aplicação. Ou seja, parafusos que não exigem a utilização de chaves de fenda ou outros utensílios. Desenvolvido para linha de montagem de móveis, linha branca e outras vertentes, o produto tem aplicabilidade abrangente, podendo ser utilizado não somente no ambiente fabril, mas também em rotinas domésticas.
 
Um dia antes, os finalistas fizeram a apresentação de suas bancas aos jurados do Prêmio Ciser, no Sapiens Parque, em Florianópolis. Depois da imersão no centro de inovação, eles vieram para Joinville, cidade sede da Cia, para a cerimônia de premiação, que contou com a presença de empresários e autoridades locais, além do Carlos Rodolpho Schneider, presidente do Grupo Ciser. Na classificação final, o acadêmico Francisco Fernando Roberto Pereira, representando o grupo do finalista Jackson de Brito Simões, ficou com o segundo lugar e o projeto de David Souza Facinados Santos, do grupo do professor Euler Cássio Tavares de Macêdo, ficou com a terceira colocação. Com recorde de inscrições, a edição deste ano consagrou sua consolidação e relevância no cenário nacional. Ao todo, foram 237 inscrições de todo o Brasil, com um aumento de 25% no número de projetos enviados, em comparação com a edição anterior.
 
 
Domingos Spinelli na Coventya
 
 
O segundo semestre de 2016 começou com novidade na Coventya Química Ltda., a unidade brasileira da multinacional fabricante de produtos químicos para tratamento de superfície, com matriz no norte da França.
 
Graduado em Química pelo Mackenzie, SP, e com especialização em Tecnologia Química do Petróleo, Domingos Spinelli assumiu a superintendência regional da Coventya, com operações a partir da unidade sudeste, esta sediada em Diadema, na Grande SP, região estratégica por estar nas imediações da maior concentração de montadoras e fornecedoras na América do Sul.
 
Spinelli tem ampla experiência no meio, é figura de renome internacional, tendo sua passagem mais marcante nos últimos anos pela SurTec do Brasil, onde foi diretor e sócio, período encerrado após a venda para o Grupo Freudenberg.
 
 
Fenix participa do encontro da cadeia produtiva de lubrificantes do Brasil e do exterior
 
Bruno Marcolino (assessor técnico e químico responsável), Cristina Contini (gerente comercial de rerrefino), William Nogueira (gerente comercial industrial) eRodrigo Domene (gerente geral)
 
 
Ao final do semestre passado, a Lubrificantes Fenix participou do 6º Encontro Internacional como Mercado, realizado no Windsor Florida Hotel, no Rio de Janeiro, evento que reúne cerca de 300 participantes em que são apresentados e debatidos temasrelativos ao mercado mundial de lubrificantes, com destaque para a América do Sul.
 
Entre os objetivos está avaliar as perspectivas do mercado brasileiro de lubrificantes no contexto do atual panorama econômico mundial e local, além de debater, com os principais agentes econômicos, entre governo e representantes da cadeia produtiva sul-americana, os principais problemas e soluções para o desenvolvimento do setor.
 
“Este encontro reúne representantes do segmento de produção e venda de óleo acabado e é uma grande oportunidade para conhecermos produtos e projeções para 2016 e 2017”, comentou Rodrigo Domene, gerente geral da Fenix.
 
Trata-se de um evento de repercussão mundial e conta com uma ampla exposição dos participantes, de patrocinadores a colaboradores. “Este ano, novamente, participamos como patrocinador o que trouxe, além de visibilidade, a possibilidade de novas oportunidades de negócio e a propagação da proposta da Lubrificantes Fenix”, finalizou.
 
 
Max Del obtém certificação Formel Q Capability baseada na VDA 6.3 pela Volkswagen
 
Prestes a passar dos 40 anos de atividades, certificada pelas normas: ISO 9001, ISO/TS 16949, ISO 14001, OHSAS 18001 e CQI-9, a Indústria Metalúrgica Max Del Ltda. é uma empresa 100% brasileira. Sua unidade industrial, própria, possui mais de 6.000 m² estando instalada nas imediações do Rodoanel, na cidade de Mauá, Grande SP, onde produz parafusos, porcas, pinos, rebites, itens similares e especiais destinados a sistemas de fixação mecânica, principalmente itens de segurança.
 
No início de 2016, recebeu a primeira auditoria internacional de Formel Q Capability (baseada na VDA 6.3 – auditoria de processo) da Volkswagen, a maior montadora do mundo. O resultado foi um magnífico “A - 93%” para os grupos de produtos que incluem parafusos de baixa e os de alta resistência como 10.9 e 12.9. Agora, a Max Del passa a participar da seleta lista de empresas certificadas, apta a fornecer parafusos de alta resistência para o grupo Volkswagen e sua cadeia de fornecedores de modo global.
 
De acordo com a direção da Max Del, “este é mais um importante passo em direção a um futuro de expansão das atividades, até então retraída no cenário econômico nacional, sendo esta conquista uma clara indicação de uma quarentona em ótima forma”.

 

Origem de recall Maserati está na fixação nos cubos de rodas
  
Convocação divulgada desde agosto de 2016 envolve 40 veículos de passeio comercializados no Brasil pela Via Itália Comércio e Importação de Veículos Ltda., importadora sediada na capital paulistana. Os modelos envolvidos são o Ghibli e o Quattroporte, fabricados entre fevereiro de 2013 e setembro de 2015.
 
O reparo a ser feito está na montagem do cubo das rodas traseiras, ponto sob risco extremo de afrouxamento e acidentes.
COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com