Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 52
Busca::..
Edição 83
Edição 82
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Eventos - Brasil Offshore
06/08/2015 11h10

Eventos


Mar turbulento na Brasil Offshore 2015

 

 

Inegável que o mercado não está “um mar de rosas”, mas para quem busca petróleo e gás, as flores são secundárias

 


Podemos arriscar e dizer que a Brasil Offshore, Feira e Conferência da Indústria de Petróleo e Gás 2015 foi sim, diante das circunstâncias, um grande sucesso e que muitos e muitos daqueles expositores presentes estão consertandoo que não quebraram, salvando quem não merece. Temos que louvar essas valentes empresas que não entregaram os pontos, especialmente no momento em que o mercado e o País mais precisam delas.

Por outro lado, a organizadora poderá nas próximas edições liberar os espaços vazios deixados pelos desistentes, premiando, de maneira sensata, para os expositores presentes, que possam ampliar seus estandes gerando um aspecto mais saudável que áreas vazias e mal iluminadas.

Além disso o evento que foi realizado entre 23 a 26 de junho, ainda teve no dia 24 um feriado na cidade sede, Macaé, há 180 km da capital, Rio de Janeiro, algo que surpreendeu expositores, muitos vindos de longe, como São Paulo e da região sul do Brasil.

Segundo a organizadora, este é o 3º maior evento do mundo, que atraiu 50 mil visitantes, 700 marcas expositoras de 8 países, distribuídas em 45 mil m² de área de exposição, onde além da visitação haviam workshops.

 

                                                                                         Magneto

“A razão de nossa visita à feira é porque nossa representada no Brasil, a holandesa Magneto Special Anodes, atua fortemente em Oil & Gas em todo o mundo, com anôdos de titânio e MMO para proteção catódica. São linhas de produtos utilizadas principalmente em cascos de navios, plataformas, gasodutos, oleodutos e estruturas submersas em concreto armado. Aqui na feira é bem simples identificar quais são os usuários de nossos produtos e fazermos contatos mais próximos para identificar necessidades. Para aplicação em navios e plataformas destacamos alguns produtos muito interessantes, como os eletrodesifectantes ou formado de hipocloreto, que são equipamentos muito utilizadospara formação de hipocloreto de águas, utilizando a água do mar para funcionamento mais econômico, entre outros. Na edição 2017 voltaremos a este evento, mais ainda estamos indecisos se também seremos uma empresa expositora”, concluiu Sérgio Pereira Jr. agente comercial da Magneto.

 


                                       Metalbrax

 

Especializada em fixadores para o setor Oil & Gas, e uma das poucas fabricantes presentes na feira, a Metalbrax expôs sua ampla linha de parafusos, estojos, prisioneiros, porcas, arruelas,pinos e barras. “Nossa sede é em Guarulhos,SP (cerca de 15 minuto do aeroporto internacional),onde produzimos itens especiais em materiais B7, L7, B8, B8M, Super Duplex, Inconel, A194 2H, Gr4, Gr7, A490, Allen pesados 12.9 e arruelas. Fazemos outras peças pesadas entre 3/8” e 5” de bitola, parafusos e barras em comprimentos entre 2 e 6 metros. Certificada CRCC, ONIP, Cadifor, D&B International, ISO9001:2008, somos a segunda empresa no Brasil homologada para atendimento mundial ao mercado Wind Power, além de fornecedora PAZ Petrobras, o mais alto gabarito deste mercado”, comentou Marcos Fernandes, CEO da jovem e sólida Cia, uma marca sempre presente na mídia, feiras e outros eventos.

 

 


                                                                       Esperança Forjados

 

Esta é a quarta participação desta fabricante de parafusos, porcas e peças forjadas especiais. Mas o CEO da Cia, Hans Kittler, busca sempre inovar, e dessa vez não foi diferente, trazendo sua linha Top Press, composta de presilhas de aço forjadas a frio aplicadas nas pontas de alças de cabos de aço, utilizados em diversas aplicações como ancoragens/atracagens de embarcações de pequeno a grande portes, movimentação de grandes máquinas e containers em guindastes e outros manuseios em portos. “Elas estão em operações que requer muita segurança. Nacionais, elas são produzidas em nossa planta industrial, em São Bernardo do Campo, SP, dentro das mais rigorosas normas, com matéria-prima rastreada de siderúrgicas brasileiras”, relatou Kittler. Além disso, o executivo citou a parceria com uma empresa de origem japonesa, a Koike Aronson Brasil, de máquinas e ferramentas para essa prensagem. O diâmetro dos cabos onde as presilhas são aplicadas variam entre ¼ e de 3” que puxa um navio.

 


                               Ciser 

“Temos aqui uma participação mais institucional, buscando vendas rápidas, mas sabemos que este é um ambiente de elevado nível técnico, o que demanda mais tempo para negócios. Dedicamos muita atenção a este setor, sempre presente como expositora, trazendo a este mercado produtos nacionais”, comentou Clésio Marques, gerente de vendas da divisão Indústria. Como novidade, a Ciser expos um produto em fase final dedesenvolvimento que é o “Parafuso Inteligente”, que contém um elemento sensor (Strain Gage) que capta os níveis de alterações no corpo da peça e emite um sinal eletrônico que, codificado, indica níveis de deformação, torque ou afrouxamento. Com essa leitura é possível um melhor monitoramento, mesmo em juntas fixadas em difíceis pontos de acesso, o que elevará eficiência, controle e níveis de segurança.

 


                                                                             Rollstud

Fabricante de parafusos sextavados internos e externos, porcas, chumbadores, estojos e prisioneiros, especificamente para Oil & Gas – dentro dos altos padrões de qualidade BSEN ISO 9001: 2000 - a inglesa Rollstud Limited, da cidade de Aberdeen se fez presente na feira pela primeira vez. Alémde sua sede principal e um escritório na cidade portuária de Hartlepool, ela tem um escritório em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Segundo Craig Williamson, gerente de novos negócios, o Brasil é um mercado do seu interesse, sobretudo porque eles estão expandindo suas atividades pelo mundo através de parceiros locais. O executivo relata estar buscando parcerias para ofertar sua expertise e tecnologia consagrada nos maiores mercados mundiais de Oil & Gas. “No Brasil, essa parceria poderá findar até numa produção local própria. Neste primeiro momento, traremos produtos prontos, já homologados em nossos clientes”, declarou Williamson.

 

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com