Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 48
Busca::..
Edição 83
Edição 82
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Europa News
05/11/2014 05h38

Europa news

 

 
Bossard registra crescimento no primeiro semestre
 

Com sede em Zug, Suíça, o Grupo Bossard é um dos líderes em tecnologia de fixação na Europa, Américas e na região Ásia-Pacífico, composto de uma rede com mais de 1,8 mil colaboradores em mais de 60 parceiros no mundo. No primeiro semestre de 2014, o Grupo teve lucro líquido recorde, embora reconheçam que isso provém de uma economia global melhorada e bons resultados pela aquisição de novos clientes.

As vendas neste período totalizaram € 266 milhões, avanço de 5,6% ante 2013, em moedas locais, que convertidas em francos suíços fecha em 3%. O lucro operacional cresceu 12% (cerca de € 34 milhões), a margem operacional foi de 13,2%, ante 12,1% de 2013. Os números foram satisfatórios especialmente na Ásia e Europa. A margem bruta neste foi de 40,6%, ante 39,1% de 2013, atribuível às mudanças no mix de produtos e variações na contribuição regional para a rentabilidade total. O lucro líquido também foi recorde, cerca de € 26,5 milhões. Os impostos sobre as vendas subiram para 10,4%, ante 9,7%, de 2013.

A boa demanda na Europa continuou significativa, pois, gera dois terços de suas vendas no continente. As vendas também se elevaram ano a ano, de € 10,5 milhões para € 172 milhões, o que representa 7,1% de crescimento em moeda local e 6,5% em francos suíços. As vendas, em quase todos os mercados, foram de dois dígitos, especialmente na Espanha e Itália. Nos Estados Unidos foram de € 54,3 milhões, uma retração de 5,6%, na moeda local, devido à queda em um grande cliente. Ela espera melhora no semestre final de 2014 devido a um novo contrato com a Tesla.

O crescimento em 2013 na Ásia continuou em 2014, principalmente devido às novas vendas, que subiram 17,6%, alcançando € 39 milhões, embora as moedas asiáticas, mais fracas, refletiram crescimento de 9,8% na conversão para francos suíços.

Bossard concluiu que “focar na estratégia de investimentos nos funcionários, na infraestrutura e no desenvolvimento de novos mercados, bem como uma linha expandida com componentes de alta qualidade, valeram a pena”.  

PennEngineering adquire a alemã PROFIL Verbindungstechnik  

O negócio foi anunciado em 03 de setembro de 2014, mas a Profil será mantida como empresa independente, sob o “guarda-chuva” da PennEngineering, mas inalterada na marca Profil. O CEO e a diretora financeira, Dr. Frank Grunow e Petra Michels, serão mantidos na liderança da Profil, assim como a atual gestão, reportando-se ao CEO da PennEngineering, Mark Petty. Os termos do negócios não foram revelados e não estão previstas alterações em relação às operações, instalações e funcionários. A aquisição, em última análise, visa expandir vendas e oportunidades para ambas, bem como aumentar ampliar a exposição global da Profil.

Ambas compartilham culturas comuns em soluções de fixação, com diversas linhas complementares, e se beneficiarão dos pontos fortes da Profil no mercado automotivo europeu e pela forte presença da PennEngineering na América do Norte e China. A combinação prospecta vantagens imediatas para clientes em plantas de classe mundial na Alemanha, Irlanda, EUA e China; rápidas respostas para pequenos lotes; laboratórios de testes certificados e forte presença do P&D.

Shanghai Prime conclui aquisição da Nedschroef

Ao final de agosto o site www.4traders.com relatou a conclusão do processo de compra da Koninklijke Nedschroef Holding B.V pela Shanghai Prime Machinery (SPM), ao valor aproximado de € 246.9 milhões. Segundo o relatório, a SPM registrou lucros de € 8,7 milhões no ano passado, em comparação aos € 14 milhões da Nedschroef. SPM estima que os rendimentos combinados serão superiores a € 1 bilhão e lucro líquido de €14 milhões, após a consolidação. Anteriormente a SPM relatou na primeira metade de 2014 que os lucros caíram 21% ano a ano em € 4,8 milhões em vendas de € 218 milhões (- 0,6% ano a ano). SPM também notificou a sua intenção de alienar Xangai Dalong Machinery Works Company, fabricante de sistemas de compressores de ar e bombas.

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com