Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 47
Busca::..
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Entrevista
16/09/2014 11h16

 Entrevista

 

 

Joe Chen, presidente da TIFI e um dos líderes da Five Regions Fastener Association  

 

A TIFI é a associação de fábricantes de fixadores taiwanesa, que atua para disseminar e facilitar informações de negócios e tecnologia ao redor do mundo  

 

A devoção de Chen para a indústria de fixadores de Taiwan é admirável. Aos 66 anos, ele comanda a presidência da Taiwan Industrial Fasteners Institute (TIFI), o instituto que trata dos interesses coletivos das empresas locais de parafusos e similares. Além disso, é um dos líderes da Five Regions Fastener Association – grupo formado por China, Coreia do Sul, Hong Kong, Japão e Taiwan – que trata de assuntos relacionados ao mercado de fixadores em nível local e global. Nosso entrevistado também é empresário, comandando a consultoria comercial Saintec Enterprise, já liderou uma fábrica de parafusos, na qual se aposentou, além de ter lutado pelos interesses do seu país, como ocorreu em uma conferência pública sobre direitos antidumping em parafusos produzidos na China e em Taiwan, onde saiu-se vitorioso. Conheça mais na entrevista a seguir.

Revista do Parafuso: Como foi a sua chegada até a presidência do TIFI?

Joe Chen: Há 38 anos, ingressei como vendedor em uma fabricante de parafusos chamada Ho Hong Works, com o objetivo de desenvolver o negócio de exportação, sem qualquer experiência em fixadores. Na empresa, ninguém tinha feito este trabalho antes de mim. Tive que encontrar novos clientes em todo o mundo. Aprendi muitas coisas durante o meu duro trabalho e, por isso, tenho muitos amigos, não só de clientes estrangeiros, mas também do pessoal do setor de fixadores em Taiwan. Desta forma, me tornei presidente da Ho Hong Works em 2003 e do TIFI em 2009.

Quais foram os maiores desafios e conquistas que já passou no setor de fixadores?

O setor taiwanês de fixadores já enfrentou algumas dificuldades, como a taxa de câmbio, a concorrência da China, do direito antidumping etc. Já nas minhas realizações pessoais, destaco o desenvolvimento e inserção de fixadores para clientes OEM (fabricantes de peças originais) no mercado japonês. Em 2009, representei o TIFI em Wa-shington, EUA, em uma conferência da International Trade Commission – ITC, que é uma agência independente do governo norte-americano. Na ocasião, a fabricante americana de fixadores Nucor instituiu uma petição do direito antidumping contra determinados parafusos provenientes da China e de Taiwan. Resultado: ganhamos.

Quando foi fundada a TIFI, quantos membros têm e quais são as suas atividades?

A TIFI foi fundada em 1955. Atualmente, ela possui mais de 600 associados, fornece informações e tecnologia para os membros, ajuda a desenvolver mercados e novos produtos, até mesmo cooperar com universidades ou outras organizações, educando e treinando os funcionários dos seus membros. Também dá suporte para associados na comunicação junto ao governo e negociações internacionais.

Existe alguma associação com interesses comerciais e inovações tecnológicas, além TIFI?

Sim, existem muitas associações que cooperam com o instituo de diferentes formas, e uma delas, no campo de pesquisa e desenvolvimento, é o Metal Industries Research & Development Centre – MIRDC (entidade visitada em 2012 pela Revista do Parafuso, ao lado de outras mídias internacionais de fasteners da Rússia, Itália, Japão e UK).

Sobre o comércio exterior, qual é o segredo de Taiwan para ser tão eficiente nesta área, especialmente com fixadores?

A maioria dos taiwaneses são diligentes e sociáveis. Existem muitas pessoas que vivem em pequenas ilhas, e o comércio exterior é a garantia da sobrevivência. Quanto aos fixadores, são muitos tipos, sendo um dos mais amplos campos do que em qualquer outro tipo de indústria.

É verdade que, durante três primeiros anos de um novo emprego, por exemplo, os trabalhadores têm uma semana de férias, aumentando ano a ano?

Na verdade, o máximo é de 30 dias por ano.

Quanto ganha um operador de máquina de fixação por mês ou hora?

São US$ 210 a US$ 280 por semana, numa jornada de 42 horas semanais.

Quantas indústrias de fixadores existem em Taiwan e quais são os cinco maiores fabricantes?

Existem mais de 1.000 fábricas. As cinco maiores são: San Shing Fastener, Boltun Corp., Jinn Her Enterprise, Tong Hwei Enterprise e a Chun Yu Works.

 

Qual é o volume anual de produção, de exportação, e quais são os principais países clientes?

O volume de saída de fixadores taiwaneses deverá alcançar 1,7 milhões de toneladas neste ano, com valor em torno de US$ 6 bilhões. Exportamos 90% de nossa produção para mais de 100 países, estando entre os principais mercados os EUA com 40%, Alemanha com 10%, Inglaterra, Holanda e Japão com 5% cada. A tonelagem estimada para exportação será de 1,5 milhões de toneladas neste ano.

 

 

Quantas toneladas o país exporta para o Brasil, por ano?

Para o Brasil, cerca de 2.300 toneladas neste ano, no valor US$ 6,5 milhões.

Qual mercado vai crescer mais na sua visão?

Japão.

Quais regiões ou países são os principais competidores e ameaça a seus associados?

EUA é maior concorrente. Em seguida, os países da UE.

O que é a associação Five Regions Fastener Association e qual a sua missão?

São cinco regiões, formadas por Taiwan, Japão, Coréia, China e Hong Kong que promovem uma reunião de comunicação por ano para trocar informações do setor.

Entre os cinco países membros, quantas toneladas são produzidas por cada um?

No ano de 2013, a produção de cada região fechou no seguinte balanço: China 6,8 milhões de toneladas (m/t), Japão 2,880 m/t, Taiwan 1,6 milhões m/t, Coréia do Sul 970 mil t, e Hong Kong 30 mil t.

Quais são os mais recentes avanços que a Five Regions trouxe ao setor de fixação?

Temos programado para ano que vem um novo encontro, em Hong Kong, onde discutiremos o tema Propriedade Intelectual.

Além da TIFI e Five Regions, você conduz a Saintec Enterprise? Conte-nos sobre.

Após ter sido CEO na Ho Hong Works, me aposentei em 2013. Devido ao meu bom relacionamento ao longo dos anos, ainda existem muitos clientes que me procuram em busca de produtos, tanto em Taiwan como na China. Portanto, criei a Saintec Enterprise para servir esses clientes que demandam fixadores, máquinas e ferramental. Minha missão na TIFI será encerrada em dezembro deste ano, e este meu novo negócio apenas começará.  

Joe Chen

 

ste@saintec.com.tw

 

 

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com