Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 20
Busca::..
Balcão
28/02/2010 04h34

Os ideais da paulistana Novo Rumo Parafusos

Depois de comprar a antiga J.A. Fixadores, pai e filha, Wilson e Carla Galves, deram um “novo rumo” a situação daquele comércio de fixadores. Com nova razão social, a empresa consultou os melhores especialistas da área e deu o destino certo e merecido da loja, que atende diariamente cerca de 150 clientes

Um nome que inspira inovação! Fundada em novembro de 2006, a loja de elementos de fixação de Wilson Galves Silva e Carla Camizotti Galves, pai e filha, chama-se Novo Rumo Comércio de Parafusos, e está localizada no bairro de Vila Maria, em São Paulo, SP.

Na época, a família (que já atuavam no setor de beneficiamento de peças), adquiriram uma antiga loja de parafusos, a J.A. Fixadores, com mais de 30 anos de atuação. Porém, a situação administrativa e comercial deste comércio estava na contramão do projeto da Novo Rumo, e desta forma, várias ações foram realizadas para enquadrá-lo e dar-lhe um “novo rumo”. Criou-se então, um planejamento estratégico que trouxe de volta antigos clientes e fornecedores, abriu novos mercados etc. Com 400 m2, a empresa comercializa aproximadamente 10 mil itens de fixadores e 5 mil em ferramentas e acessórios. Possui um fluxo de venda mensal de R$ 90.000,00, e atende diariamente cerca de 150 clientes.

“A Novo Rumo está em constante pesquisa, focada sempre em conquistar bons fornecedores. Para obter o sucesso, trabalha com os principais fabricantes, que atendem revendedores com qualidade de produtos e prestatividade”, declarou Carla, que em 2009 registrou um crescimento em torno de 20% nos negócios, e espera alcançar em 2010 um aumento de 40%. Ela deseja ampliar e qualificar ainda mais a linha de produtos e serviços que possui hoje, além de buscar outros nichos no mercado que atua. Para isso, manterá como diferencial a eficiência e o planejamento.

Medidas do sucesso
Para atingir as expectativas, Carla modificou o paradigma da loja, e contratou uma consultoria especializada no ramo. A recuperação de antigos clientes locais e a contratação selecionada de novos colaboradores foi uma mudança importante, embora natural. “A administração agressiva de diversificação de produtos e mercados, aliada a um controle de estoque e processos estão trazendo novos clientes”, explicou Carla.

A diretora garante que o mais interessante no ramo de elementos de fixação é a dinâmica do comércio, pois todos os dias surgem novos desafios e muitas decisões a serem tomadas. Entretanto, o que mais a deixa desapontada, por incrível que pareça, é o tempo. “Várias operações dependem de terceiros, que por questões diversas, nem sempre estão na mesma velocidade que a nossa, tornando o tempo, um recurso extremamente exigido”, salientou.

Carla ressalta as mudanças da nova realidade econômica, que tem gerado muitas oportunidades, afinal, o mercado necessita de mais elementos de fixação para manter ou aumentar a produção das indústrias. “Este aumento da demanda acompanha as novas exigências, e nem todas as empresas estão aptas a atendê-las. São cobranças já conhecidas, como qualidade comprovada de produtos e atendimento, competitividade de preços e prazos de entrega, serviço técnico na pré e na pós-venda, entre outros. E é nesta combinação de demanda e mercado que surgem as oportunidades, e a Novo Rumo tem trabalhado atentamente neste quesito”, encerrou Carla.

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS: