Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 46
Busca::..
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Especial
31/07/2014 11h45

 Especial

 

R. Simioni:muito mais do que parafusos  

 

Criada no ano do tricampeonato de Pelé e Cia, a empresa avança na revenda, produz e diversifica  

 

A R. Simioni Indústria e Comércio Ltda. surgiu em 1970, nascida com a vocação para a comercialização de parafusos e demais artefatos de fixação mecânica. Fundada na capital do estado de São Paulo por Roberto Simioni, ela obteve muitos êxitos como revendedora, além de também fabricar alguns itens.

Em 1990 ela iniciou a produção de chumbadores para clientes específicos, como o grupo Votorantim, e a faz até hoje. Em 1992 a fabricação deste novo produto já demandou uma expansão gerando a criação de uma planta industrial na cidade de Vinhedo, interior do estado paulista, batizada sob o nome de Âncora Sistemas de Fixação.A ação de sucesso impôs o deslocamento de máquinas da capital para o interior, fazendo com que em 1996 os diretores abrissem mão da revenda em um período que ela se encontrava em dificuldades financeiras – seu quadro de funcionários, que chegou a ter 120 colaboradores, se encontrava com apenas 25. “A direção queria fechar as portas”, contou Paulo Roberto da Silva, atual diretor executivo.

Mas a história tomou outro rumo quando, ainda em dúvidas e sensação de despreparo para assumir tal responsabilidade, Paulo Roberto, funcionário desde 1975, topou o desafio de assumir a empresa preservando o nome original.

Atualmente, Paulo tem ao seu lado os sócios José Roberto de Oliveira, diretor do departamento Comercial, Rodolfo H. Silva, diretor do setor de Compras. A matriz, sede própria da empresa na Rua Tabor, bairro do Ipiranga em São Paulo, fica cerca de 200 metros do Museu da Independência do Brasil (foto).

Mas essa sede já não está mais só. Principal entre as três, a unidade Ipiranga conta com 85 funcionários, possui 3,5 mil m², sendo 400 dedicados à loja (vare- jo), ficando o restante com a Administração, departamento Comercial, Compras e Telemarketing, e com o espaço amplamente tomado pelo Estoque. “Nosso crescimento impôs a relocação de itens para outro armazém, este na vila Carioca, SP, com quatro funcionários. Totalizamos entre as sedes mais de quatro mil toneladas de produtos estocados, divididos entre mais de 40 mil itens cadastrados em parafusos, porcas, arruelas, rebites, pinos, chumbadores e outros”, conta Paulo Roberto. Os produtos são destinados às indústrias de bens de capital (máquinas e equipamentos), estruturas metálicas, alimentícias, energia elétrica e eólica, papel e celulose, petroquímicas, naval e setor Oil & Gas, onde a empresa está homologada RCC (Petrobras), além de ter ISO 9001:2008. Andando pelos corredores dos estoques, nota-se que, apesar das ampliações, o espaço já está ficando pequeno.

Assim como ocorreu com a Âncora, a R. Simioni dá um passo à frente tornando-se, mais uma vez, geradora de uma nova indústria. Trata-se da Best Fix (fotos), fabricante de forjados a quente, estabelecida na zona leste da capital. Esta unidade com 18 funcionários. “A atividade no setor de fixação ainda é, e sempre será, a alma da empresa, mas o mercado quer mais, e vamos atender”, diz Oliveira, diretor comercial, na empresa desde 1989. Ele conta que há um bom tempo estão diversificando, oferecendo produtos até então fora do core business da empresa, como Equipamentos de Proteção Individual (EPI´s), ferramentas e ferragens em geral, linhas de materiais e maquinários hidráulicos e elétricos, abrasivos, escadas, fitas adesivas, lâmpadas e muitos outros. “Enfim, a R. Simioni ocupará mais espaço no mercado, tornando-se um “Tool Center”, inclusive com expansão, via filais, para outras regiões”, completa.

 

“No começo o varejo representava 2% do nosso giro na loja, algo que já ocupa 10%”, explica Rodolfo H. Silva, que é um dos três filhos de Paulo Roberto, o único a fazer parte da empresa e apelidado durante a entrevista como o “prisioneiro”. Ainda sobre fixação, a R. Simioni dispõe de 18 vendedores técnicos, exclusivamente no atendimento ao mercado industrial. “No Brasil somos a maior distribuidora de parafusos da marca Tellep (Metalac), e uma das maiores em fixação geral das marcas Belenus, Metalbo, Rex, Ciser, Hassmann, Âncora, Walsywa, Tecnart e outros”, encerrou Oliveira.

 

 

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com