Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 46
Busca::..
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Europa News
31/07/2014 11h42

 Europa News

 

África do Sul aumenta impostos sobre fixadores importados  

O aumento sobre as importações saltaram de 10% para 20%, visando recuperar a capacidade de competição, já que a indústria local teve queda de 18% entre 2010 e 2012, enquanto o emprego desceu 22% desde 2008, tornando inevitável a ação do Itac.

Estatísticas da CBC Fasteners, autora do pedido de proteção, demonstram que as importações de parafusos em 2008 foi de 1,8 mil toneladas (t), ampliada para quase 3,9 mil t em 2012.

Siyabulela Tsengiwe, comissário-chefe do Itac, relatou que a indústria local vinha sofrendo desvantagens nos preços em relação aos asiáticos. “Tarifas no nível de 20% deverão melhorar nossa competitividade em face de uma dura concorrência”, concluiu. O Itac decidiu não elevar as taxas para o máximo de 30%, como lhe fora solicitado, sob as regras da Organização Mundial do Comércio. A comissão analisará os efeitos durante os próximos três anos.  

Alcoa EP&S: recorde no Q1  

A divisão Engineered Products and Solutions, da Alcoa, divulgou lucro recorde no 1º trimestre de 2014 (Q1), após o Ebitda (lucro antes dos juros, tributos e depreciação). Esta divisão inclui a Alcoa Fastening Systems.

O resultado foi de US$ 189 milhões, aumento de US$ 21 milhões (13%). Sequencialmente, esses números têm estado, ano a ano, em US$ 16 milhões (9%).

Os maiores volumes provém da indústria aeroespacial e de transporte comercial que, combinadas com a melhoria da produtividade em todos os demais negócios, elevou a empresa a esse resultado. O segmento relatou uma margem Ebitda de 22,2% em comparação com 20,9% mesmo trimestre de 2013.  

Norma adquire a Five Star Clamps nos EUA  

Desde 28 de abril, último, a norte-americana Five Star Clamps Inc. foi adquirida pela Norma Group, em um negócio com detalhes mantidos em confidencialidade por ambas as partes.

Fabricante de abraçadeiras, a empresa iniciou suas operações em 1987 nos subúrbios de Chicago, Illinois, EUA. Com produtos de alta qualidade, ela tem direcionado seus produtos para mais de 50 diferentes setores. No balanço de 2012 seu faturamento foi de US$ 5 milhões. “

A Five Star Clamps têm muitos anos de experiência em tecnologia de fixação. Esta aquisição irá fortalecer nossa posição nos EUA e região. Vamos expandir nossa plataforma de fabricação e distribuição, bem como aumentar nossa base de clientes” declarou Werner Deggim, CEO da Norma Group.

Vale lembrar, que nos EUA, a Norma possui produção nas cidades de Auburn Hills, em Michigan, e St. Clair, na Pensilvânia.  

A alemã Honsel inicia produção na China  

Fabricante de fixadores, a empresa começa suas atividades numa planta industrial de 3,5 mil m², na cidade de Wuxi, na China, visando atender clientes da indústria automotiva local. A empresa diz que irá manter na cidade alemã de Fröndenberg a produção de porca rebite, rebite de repuxo e outros, além de parafusos, onde começaram um trabalho de construção de um projeto para expansão, agora que o inverno acabou. Este projeto deverá estar completo no outono de 2014, se o tempo permitir.

Thomas Tschorn, diretor técnico da Honsel Forming, disse que a área bruta irá expandir em 35%, acomodando escritórios para o departamento técnico, bem como espaço de produção adicional e para novas máquinas, que tem uma breve previsão para entrega. Ela emprega atualmente 140 pessoas em Fröndenberg, uma das três unidades que fornecem fixadores para a indústria automotiva global.

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com