Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 42
Busca::..
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Eventos - Corte & Conformação
25/11/2013 11h52

Eventos

 7ª Corte & Conformação de Metais trouxe inovações em fixação mecânica

 
 
Expositores apresentaram ao público soluções e oportunidades de novos negócios, além de palestras relacionadas aos avanços do setor
 
 
 
 
Nos processos industriais, a união entre duas ou mais estruturas ocorre através dos sistemas de colagem, soldagem e fixação mecânica. O processo de soldagem foi tema da segunda edição da Brazil Welding Show, feira internacional que aconteceu entre os dias 1º e 4 de outubro, no Expo Center Norte, em São Paulo.
 
Realizada pela Aranda Eventos, que também é editora de publicações técnicas, o evento ocorreu simultaneamente à 7ª Corte & Conformação de Metais – feira e congresso. A Revista do Parafuso participou como expositora, e apresentamos, a seguir, um pouco do que encontramos sobre fixação mecânica através do uso de parafusos e similares, com um aspecto interessante, já que as empresas com as quais conversamos tem um aspecto em comum: o clinch.
 
Clinch é o abraço que imobiliza os braços do oponente no pugilismo, nas lutas de vale-tudo, no popular MMA – sigla em inglês para Artes Marciais Mistas. Nunca esqueceremos que foi durante um clinch que o boxeador Mike Tyson mordeu e arrancou um pedaço da orelha de Evander Holyfield, seu adversário, no ano de 1997. Mas aqui, o clinch é coisa séria – não que o senhor Holyfield duvide! –, tratando-se de um processo de união de chapas a frio (também chamado de fixação autocravante), algo que nossos expositores trouxeram em seus portfólios de fasteners. Boa leitura!

                                    Bollhoff
 
Participante da Corte & Conformação pela quarta vez, a Bollhoff investiu R$ 100 mil em um estande de 68m². Multinacional fabricante de elementos de fixação e montagem com 9 plantas de produção e presença em mais de 20 países, a companhia decidiu marcar presença no evento para divulgar a marca e os produtos para o mercado de conformação de chapas e perfis metálicos. Tendo como público-alvo técnicos e engenheiros de projetos e manufatura, a Bollhoff apresentou como novidade os sistemas de fixacão de trava rápida Quicklock e Snaploc. Segundo o gerente comercial da divisão de sistemas de fixação e montagem, Ricardo Veloso, a empresa trabalha para criar no ambiente de engenharia dos clientes o conceito de utilização dos produtos Bollhoff por meio de alternativas de redução de custos de manufatura e montagem. “A feira C&C é uma das mais conceituadas do setor e, dessa forma, nos oferece a possibilidade de divulgação da tecnologia desenvolvida pelos nossos engenheiros e presente em nossos sistemas de fixação e montagem”, concluiu Veloso.

 
 
                                                                                                                    TOX Pressotechnik
 
 
A TOX é uma empresa alemã, líder de mercado em cilindros hidropneumáticos e tecnologia de união a frio através da tecnologia conhecida como clinch. “Participante há dez anos, a TOX considera que a feira é um dos seus principais eventos para negócios. “Esta exposição demandou cerca 40m² e investimento de mais de R$ 50 mil, com dez profissionais presentes, além de outros dez representantes durante os três dias de feira”, relatou o analista comercial Felipe Krulikoski (1).
 
“A tradução literal de clinch poderia ser rebitagem que ocorre numa união de chapas sem o uso do rebite, pois toda transformação elástico-plástico do material está direcionada a essa conformação. Essa relação dos materiais, as espessuras e a relação elástico-plástico dessa união não são segredos; a tecnologia faz a união. Hoje, existem várias formas de desenvolver essa tecnologia, e a Tox é detentora da maioria dessas patentes, que começaram em 1976. Possuímos uma série de patentes redesenvolvidas, que já expiraram, e estamos com a tecnologia totalmente nova, pois a Tox sempre investiu muito”, concluiu Willian Mozerle (2), gestor de projetos e negócios.

                                            Rivex
 
A Rivex estreou na feira com 24m² de estande e a colaboração de 6 profissionais. “Aqui, trouxemos a linha de produtos da Penn Engineering and Manufacturing (PEM), empresa que também é a inventora da tecnologia de cravamento de fixadores”, explicou Ivar Benazzi, (1) diretor da expositora.
 
Benazzi destacou a prensa PEMSERTER, modelo P4 (foto), que pode variar a força de inserção, curso do punção, profundidade da garganta, nível de automação. Outro destaque foi a marca Avdel, empresa com origem em desenvolvimento para aviação (Aviation Development é a raiz da sigla), que expôs quatro linhas principais: rebites de repetição, rebites estruturais, rebites de repuxos e os insertos roscados. “A presença do segmento de fixação em feiras como esta é importante porque dá aos visitantes maior acessibilidade ao ramo. Ninguém vai a uma feira só em função de parafusos, que podem ser considerados itens baratos, mas que podem gerar muitos problemas, sobretudo porque as pessoas não dão a este segmento a importância adequada”, disse Ivar, que também palestrou sobre o tema “fixadores autocravantes” durante o congresso.

                                                                                                                     Rudolph
 
 
A Rudolph Fixações investiu em torno de R$ 50 mil no evento, contando com um estande de, aproximadamente, 30m² e a colaboração de uma equipe de 7 pessoas. A presença da empresa na feira teve o intuito de divulgar lançamentos e reforçar a posição como fornecedora de soluções completas em elementos de fixação. Marcando presença pela primeira vez na Corte & Conformação, o novo diretor da empresa, Adriano Leitzke, disse que a expectativa para a feira era bastante grande devido às novidades trazidas e, também, pela participação por meio de palestra. “Temos experiência em outras feiras, mas na Corte & Conformação, nossa expectativa é grande. Nós estamos trazendo uma inovação no sentido de substituir porcas e pinos de solda. Também estamos colocando portas e pinos auto-cravantes”, explicou Leitzke, que, mais tarde, abordou a novidade em sua palestra, intitulada “Aumento da produtividade na fixação de chapas por meio da eliminação de soldas”.
COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com