Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 17
Busca::..
Edição 83
Edição 82
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Investimento
30/08/2009 02h52

Decapagem Mecânica

A Trefilação de Metais União adquiriu um novo equipamento para beneficiamento de arames. A máquina, que não utiliza nenhum produto químico, possui um processo mais rápido e que não exige grandes preparações prévias


A Trefilação de União de Metais, sediada em São Bernardo do Campo, SP, adquiriu uma máquina de beneficiamento de arames, chamada Decapagem Mecânica, cuja finalidade é decapar o material por jato de granalha – esferas de aço –, evitando o uso de produtos químicos.  De acordo com o gerente industrial/negócios, José Arnaldo dos Santos, por não se utilizar nenhuma química na operação (já que é feito através de um forte jato de granalha de aço realizado através de seis turbinas), limpa-se a superfície dos rolos, deixando-a com uma pequena porosidade (aveludada), que possibilita a trefilação do fio sem auxílio de fosfatos, sabões e secagem por estufa, que é o método comum na maioria dos processos. Dessa maneira, esta nova técnica se torna muito mais produtiva, menos onerosa e ambientalmente responsável.

 A Decapagem Mecânica foi produzida pela ACC, localizada em Montreal, no Canadá. “Para obter estes benefícios foi necessário um investimento de US$ 2 milhões, pois não se trata apenas de um equipamento e sim de um novo processo de decapagem, que envolve muita pesquisa e desenvolvimento.


Máquina de Decapagem Mecânica

Diante dessa grande produtividade e do valor empregado, apenas usinas siderúrgicas detinham esta tecnologia, devido principalmente, aos grandes volumes processados por elas”, contou Santos. A empresa espera obter o retorno desse equipamento em até 36 meses e alcançar uma produção média horária de 10 toneladas/hora, dependendo da bitola média. Desta forma, a T.U.M. tornou-se a pioneira (entre as trefilações independentes), e atenderá todos os mercados que atua, sendo um deles, o parafuseiro.

Com isto, a indústria contará com mais flexibilidade, lotes mais fracionados e programados, além de um ganho na qualidade de superfície do fio, que chega mais limpo (sem muitos resíduos de produtos químicos auxiliares de trefilação), o que diminui bastante as incrustações na máquina e o set-up, aumentando a vida útil das ferramentas.

 

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com