Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 33
Busca::..
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Eventos - Ebrats
30/07/2012 10h03

 

EVENTOS


Ebrats: feira e congresso de tratamento de superfície


Além da presença de empresas nacionais e multinacionais, evento contou com palestras de trabalhos técnicos, trouxe à tona o tema de responsabilidade ambiental no setor e agraciou os visitantes com uma apresentação inaugural do maestro João Carlos Martins

 

O Ebrats - Encontro e Exposição Brasileira de Tratamentos de Superfície - é reconhecido como o maior fórum da América Latina no que diz respeito à divulgação dos processos que ocorrem no segmento de tratamentos de superfície. A edição deste ano, que aconteceu entre os dias 11 e 13 de abril no Expo Center Norte – São Paulo, foi realizada simultaneamente ao Interfinish Latino-Americano, que consistiu em uma série de palestras nacionais e internacionais ministradas por diversos palestrantes e autores de trabalhos, e contou com cerca de 125 expositores que demonstraram as últimas novidades em processos, produtos, equipamentos e materiais da área. 

Pouco antes da abertura da feira, foi realizado uma recepção para convidados e autoridades, seguido de apresentações da presidente da ABTS, Wilma Ayako; do coordenador do Ebrats, Douglas Fortunato; do presidente da NASF – National Association for Surface Finishing, Anthony Revier; e do professor e presidente da IUSF - International Union of Surface Finishing, Pietro Cavallotti. Ayako frisou aos presentes a importância do setor para o mercado e como hoje ele está ligado ao tema do impacto ambiental, que se tornou o assunto norteador durante toda a exposição. “Cabe a nós, empresários e profissionais, aproveitar este momento para fazer crescer o nosso Brasil. Crescer com sustentabilidade, palavra que está em moda hoje, mas que deve ser encarada seriamente, é o desejo persistente de acertar, de fazer as coisas da maneira adequada. É com este direcionamento que tornamos concreto mais um Ebrats”, finalizou. 

Ainda, os presentes puderam prestigiar o maestro João Carlos Martins, que contou um pouco sobre a trajetória de sua vida e, mesmo com limitações nas mãos, tocou de maneira firme e inabalável para todos os presentes, mostrando que a força de vontade e persistência são atitudes que perduram em qualquer segmento da vida, seja ela profi ssional ou pessoal. Após aplausos e a despedida do maestro, deu-se início ao evento, cujos principais momentos e empresas que marcaram presença você confere nas próximas páginas.

O evento foi coroado com palestra e show do maestro João Carlos Martins

 

Dr. Gerhard Ett (IPT/Eletrocell), Bardia Ett (Eletrocell), Luiza Ett, Volkmar Ett (Eletrocell e Wilma Ayako (ABTS)

Wilma Ayako (ABTS), Alberto Themudo (Greenkote), Marcelo Pennella, Oddulio Pennella (ambos da Sadam) e Antônio Calos Sobrinho (ABTS/ Mercedes-Benz) 

 

Fernando Fragata (Eletrobrás), Iêda Montenegro (Nutec Fortaleza) e Roberto Motta de Silos (Quimidream)

Célio Andrade (Itamarati), Vicente Gomez (Pavco), Javier Ventura (Barcelona), Daniel Jordà (AdBlue Finish Metal), Douglas fortunato (ABTS/Itamarati e Sebastien Fourneron

 

Valéria Galipi (Electrochemical), Dennis Dumsha (Pavco), Kelly Brennan (Pavco),Vicente gomez (pavco México), Wilma Ayako (ABTS) e Jeferson Matroniani (Electrochemical)

Andrew Chojnicki, Michael Siegmund (ambos da MacDermid), Airi Zanini (Anion/MacDermid), André Curi Agnelli (Agnaza), Ângelo Ferdinando Agnelli (Madiesil), Adhemar Testa (Anion/MacDermid) e Terry Clarke (MacDermid)

 

 

Sérgio Pereira (Tecnorevest/MacDermid), Glen Breaut (MacDermid)                                                                                                                             e Sérgio Filho (Tecnirevest/MacDermid)

 

    

 Coventya
“Sempre participamos do Ebrats porque além de ser um local para apresentar nossas tecnologias é um encontro com clientes e fornecedores. Este ano, apresentamos um processo novo de Zinco Níquel com a utilização de membranas para a área protetiva e um verniz cataforético com várias aplicações para a área decorativa. Este último é excelente, pois uma peça sem banho pode ficar com a mesma cor de um latão, aço inox etc. Já os equipamentos, de uma maneira geral, divulgamos aqueles voltados para a área de troca iônica e tratamento de reutilização da água”, segundo Raul Grobel – gerente de marketing.

  

Anion


Fundada em 1990 para atender ao segmento de tratamento de superfície nos setores decorativo e técnico, a Anion marcou presença no evento mostrando toda a sua linha de processos, tanto da área industrial como anti-corrosivos. “A ideia do nosso estande foi focar na demonstração da excelência dos nossos produtos e na satisfação do cliente.    Por isso, pensamos em exemplificar Metalloys & Chemicals “É o nosso quarto Ebrats e a principal expectativa é rever os parceiros e clientes. Além disso, trazemos uma linha de produtos de matérias-primas que já são bem conhecidas no mercado e algumas linhas novas à base de cobalto, nitrato e fosfato de níquel, para a indústria de fosfatização. Por ser uma feira que acontece a cada três anos, recebemos muitos visitantes e isso é essencial para divulgar nosso trabalho”, informou Richard Mattos – diretor. através da Ferrari em exposição que tipo de serviços nós oferecemos e onde eles são aplicados. Ainda, divulgamos também a nova aquisição da Tecnorevest pela MacDermid. As duas empresas atuam no mesmo mercado, mas com serviços que se complementam. Isso nos dará uma amplitude maior na hora de atender os clientes”, contou Flaviana Zanini – diretora.

 Metaloloys & Chemicals


 

“É o nosso quarto Ebrats   e  a   principal expectativa é rever os parceiros e clientes. Além disso, trazemos uma linha de produtos de matérias-primas que já são bem conhecidas no mercado e algumas linhas novas à base de cobalto, nitrato e fosfato de níquel, para a indústria de fosfatização. Por ser uma feira que acontece a cada três anos, recebemos muitos visitantes e isso é essencial para divulgar nosso trabalho”, informou Richard Mattos – diretor.

 

Enthone                                                                                                           

 

“O nosso foco foi apresentar alguns processos em destaque, como o acetinado, que é aplicado em diversos segmentos e bastante utilizado fora do Brasil, e estamos importando para oferecer ao mercado brasileiro. Recebemos muitos visitantes internacionais durante o evento, o que aumenta a visibilidade, e a expectativa é de expandir negócios e contatos a partir daqui”, contou Paula Silva – departamento de Marketing e Vendas.

 

Tecnorevest / MacDermid


“Expomos no Ebrats desde a primeira edição e sempre tivemos bons resultados, não só sobre o aspecto comercial como também, acima de tudo, a oportunidade de encontrar amigos, fornecedores e clientes. Posso destacar dois produtos que divulgamos aqui: um é para a área de fixadores, que consiste em um selante negro para Zinco Ligas e oferece uma série de vantagens sobre os produtos convencionais, vem para preencher uma lacuna que existe no mercado para as montadoras; o outro é um banho de bronze ácido que possui um aspecto estético interessante e é uma novidade a nível mundial”. Outro assunto bastante comentado foi a compra da Tecnorevest pela MacDermid. “Ambas as empresas têm a mesma filosofia, de apresentar bons produtos, inovações constantes e serviços de alta qualidade. Portanto, este casamento foi muito adequado”, segundo
Maria Sílvia Pereira e Sérgio Pereira – diretores.

 

MR Plating

                                                                                                  

 

Especializada em fabricação e comercialização de produtos para galvanoplastia, a MR Plating possui 35 anos de experiência e participa pela segunda vez do Ebrats. “Nosso objetivo é mostrar novos processos, as tecnologias que estamos importando e, principalmente, fortalecer a nossa marca. Representamos uma firma italiana hoje, a Tecnochimica, que também é focada no ramo de tratamentos de superfície, e pretendemos fechar mais parcerias para atender as necessidades do mercado brasileiro”, relatou Mário Casari – diretor.

 

 

 Realum


Participando pela terceira vez do Ebrats, a Realum é especializada em comercializar matérias-primas especiais e também em produzir peças especiais, dentre elas fixadores, que representam 20% de sua atuação. Trata-se de parafusos em titânio, destinados para diversas aplicações como nas indústrias químicas e no setor chamado Oil & Gas. “No evento, nosso objetivo são as prospecções de novos clientes. Mas a projeção e a aproximação com eles, principalmente, ajuda muito”, concluiu David Sayeg – gestor de Negócios.

 Galvanoplastia Sapucaia                                                                  

                                                                                                                                                         

 

“Nossa expectativa no Ebrats era conhecer novos processos, fornecedores etambém novas ideias para aplicar na empresa - ver o que poderia ser melhorado na fábrica. Alguns dos nossos serviços que se destacaram aqui foi o banho de Zinco Níquel e a desidrogenização com gráfico (API6A). Ainda, viemos mostrar que a empresa está apta e de acordo com diversas exigências e normas de especifi cações, ou seja, temos capacidade para atender variados setores, especialmente o Oil & Gas”, segundo Juan Vitor Maqueda – diretor.

 

 Frimox


 

A Frimox é uma empresa prestadora de serviço em tratamento superficial em artefatos metálicos destinados para diversas áreas, com destaque para as indústrias de autopeças. A linha de fixadores representa cerca de 10% de sua atuação, sendo uma das metas na expansão de sua carteira de clientes. “Apesar de se tratar de uma empresa com 47 anos, a Frimox é pouco conhecida. Por isso, acredito que a feira será uma boa ação promocional e que aumentará a visibilidade e nossas apostas na promoção da marca”, informou Vicente Gallucci Neto – diretor comercial.

 

Sur Tec                                                                                                            

“Por ser uma feira tradicional do nosso ramo é impossível não estarmos presente. Os produtos que destacamos são para tratamentos químicos e eletrolíticos, buscando mais conformidade com o meio ambiente, cromo trivalente para cromados claros, fumê e de alta resistência à corrosão, camadas de conversão para alumínio e aço. Apresentamos, também, selantes com alta resistência à corrosão e mais outras propriedades solicitadas hoje em dia para peças tratadas com zinco-ligas, para uso nas indústrias automotiva e aeroespacial, construção civil etc. Também estamos renovando nossa linha de produtos para tratamento de plásticos. 

Diretamente para o setor de fixadores, nosso empenho vem sendo o de reduzir etapas no tratamento superficial, especialmente para aqueles casos onde é necessária a desidrogenização das peças, para evitar a fragilização e quebra no momento de tensão no aperto. Nossa participação na feira tem como objetivo o relacionamento com os clientes e divulgação de nossa marca”, comentou Douglas Bandeira – gerente de marketing.

 

 Green Palm Química


 

Segundo Hans Langer (1), diretor executivo, no Ebrats, a empresa, praticamente, estreou no Brasil, pois comercializa há apenas dois meses produtos químicos específicos de galvanoplastia. A criação da Green Palm se deu através de uma associação entre a HSO International GmbH e a Dicolloy Internacional Enterprises GmbH, ambas empresas da Alemanha. “O sistema de produção e de garantia de qualidade alemã, em uma produção completamente sem emissão de águas residuais, elevará a Green Palm Química a um nível qualitativamente comparável ao dos melhores do mercado. depois da Ásia, o Brasil estava claramente na mira de nossa empresa como mercado com crescimento futuro”, explicou Rudolf Kempf , gerente da Dicolloy.

 

ODC                                                                                                                    

Nesta edição do Ebrats, a empresa apresentou um produto revolucionário que permite economizar no processo produtivo e gerar menos impacto ao meio ambiente. Tratase de um desengraxante orgânico que, segundo a consultora, possui um diferencial que as outras empresas que o fabricam não têm. “Nós desenvolvemos um desengraxante que é orgânico, não inflamável, com baixíssimo nível de toxicidade e a grande vantagem é que funciona a frio. Ou seja, quem o utiliza tem ganhos em função da economia da energia, que aqui no Brasil é extremamente cara, e também proporciona um conforto térmico ao operador. Tudo isso por um custo viável e com a garantia de ser nacional e patenteado. Notamos no evento que o público empresário está buscando soluções com essa questão ambiental, e isso é muito benéfico por ser exatamente a nossa proposta. Chegamos na hora certa”, declarou Rebeca Furtado – consultora de negócios.

 

 ICZ – Instituto de Metais Não Ferrosos

Fundado em 1970, o ICZ é um instituto de metais não ferrosos que viabiliza o acesso às oportunidades do mercado por meio da integração de empresas do setor. No Ebrats, a apresentação foi integrada alguns associados, que contou com empresas de galvanização por imersão a quente e fornecedores de insumos para a galvanização como a Trifer, Torres Galvanização, Oxiprana, entre outros. “Temos como foco divulgar a otimização sustentável dos metais níquel, zinco e chumbo na galvanização a quente. Este é um dos processos mais efi cientes contra a corrosão do aço e do ferro, pois as peças são imersas em zinco fundido a 450ºC que penetra na rede cristalina do material, tornando-se diferentede outros processos de proteção que o produto somente adere à superfície. Além de ter um custo competitivo, possui uma grande versatilidade de aplicações e dupla proteção”, finalizou Paulo Sobrinho -                                                                                                                 coordenador técnico.

 

Atotech                                                                                                               

 

“O foco da Atotech no Ebrats foi apresentar os equipamentos auxiliares para aumentar a performance dos processos eletrolíticos, divulgar os produtos que tenham a chamada tecnologia verde – ligados ao fator da sustentabilidade e também fazer novos contatos, aumentando o networking. Ministramos, inclusive, uma palestra durante o evento sobre a questão do meio ambiente. Estamos trabalhando forte nesta área de eliminação dos metais pesados e melhoria dos processos galvânicos com responsabilidade ambiental”, conforme informado pelo diretor superintendente, Milton Silveira e a gerente OEM da América Latina, Vivian Nagura.

 

 Magni


“O foco principal não é vender porque o nosso trabalho não é no evento, e sim no mercado automobilístico em geral. Mas é importante participar para mostrar ao público, inclusive que vem de outros países, o quanto nós temos em tecnologia para oferecer. Ainda porque somos subsidiária da empresa americana. Destaque para os produtos que fazem parte de revestimentos da área de combustíveis, como tanques, tubulação etc, comprocesso ecológico – revestimento organometálico; e para o Top Colt na área de fixadores, que proporciona resistência química elevada para não comprometer a aparência e a parte mecânica das peças”, concluiu
 Francisco Benite – diretor.

 

 Dileta  

                                                                                                                 

Com 48 anos de galvanoplastia, a empresa tem como foco a área de processos galvânicos e fabricação de equipamentos. “Posso dizer que a Dileta talvez seja a única empresa do mercado que dispõe de uma linha de produtos que é capaz de montar uma galvanoplastia para um cliente em 100%, desde materiais químicos a equipamentos. No Ebrats viemos mostrar justamente isso, toda a nossa gama de produtos e alguns lançamentos que estamos trabalhando para não agredir o meio ambiente”, afirmou João Perdigão – gerente de processos. Destaque para a parte de protetivos, principalmente para aplicação em fixadores, onde possuem uma linha focada para os passivadores trivalentes com banhos ecológicos de Zinco – isentos de cromo hexavalente; e também banhos à base de Estanho Zinco, para o segmento automobilístico, com um nível de resistência à corrosão bastante elevada.

 

 Labrits


“A Empresa participa do Ebrats há sete edições e se considera satisfeita com os resultados e crescimento ao longo dos anos, que, segundo informou o diretor Santiago Sarabia, isso pode ser notado com as exposições em seu estande. “Sempre fizemos bons contatos e algumas empresas importantes do setor são nossos clientes. Este é um leque que se abre a cada dia. Hoje, temos para oferecer ao setor parafuseiro, por exemplo, toda a área de galvânica e uma linha de lubrificantes especiais. Estamos fazendo também um aporte tecnológico junto com o nosso parceiro na Alemanha, a Schlötter Galvanotechnik. Infelizmente, temos que importar tecnologia pois aqui esses recursos são muito caros. Mas, das nacionais, nossa empresa é praticamente a única que bate de frente com os grupos multinacionais” finalizou.

 

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com