Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 23
Busca::..
Edição 83
Edição 82
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Eventos - GM
30/10/2010 10h26

Eventos

Andando na frente



Em matéria de torque, a montadora General Motors não deixa por menos e toma a iniciativa realizando um curso na fábrica de Gravataí, RS, com Roberto Garcia

Nos dias 16 a 19 de agosto, a General Motors do Brasil realizou o curso “Conceitos Gerais Sobre Torque, Processos de Aperto e Metodologia para Controle do Torque”, com o doutor em Físico-Química pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), Roberto Garcia. O evento, destinado a engenheiros de produtos, engenheiros de processo, auditores, coordenadores, supervisores, líderes e operadores de equipamento de aperto, foi realizado no CIAG – Complexo Industrial Automotivo de Gravataí, RS, onde está a planta industrial da General Motors gaúcha (além de diversas empresas sistemistas que compõem o condomínio, dentre elas a AV Manufacturing (AVM), subsidiária do grupo CEVA, encarregada da operação de submontagem de motores, e a unidade da Continental, antiga VDO, que realiza a montagem do painel do modelo Celta). Participaram do curso 22 colaboradores locais.

Roberto Garcia
Segundo o engenheiro residente da planta de Gravataí, Felipe Brandão, há algum tempo notou-se a deficiência técnica relacionada a torques, seja na aplicação em si, como nas estratégias usadas no aperto das juntas em questão. “O curso do Roberto Garcia foi muito produtivo por dois fatores: por ele já conhecer o nosso processo (ter trabalhado durante muito tempo na GM) e outra pela experiência na área, reconhecida por muitos”, declarou Brandão.
O objetivo é que, a partir de agora, o corpo técnico da fábrica consiga realizar análises mais profundas e específicas de cada uma das juntas. “Com o conhecimento passado, esperamos que, junto de todo o grupo, consigamos analisar os modos de falha ligados às rejeições nos apertos das juntas, especialmente nas juntas críticas, que nos tem dado tanto trabalho ao longo do tempo. Espero que agora possamos enxergar com olhos mais críticos as estratégias de aperto de nossas máquinas automáticas, e alterar os parâmetros das mesmas, de forma a contornar ou solucionar problemas de rejeições de apertos”, comentou Brandão.
A planta de Gravataí completou em 2010 dez anos de atividade, sendo que na semana seguinte ao curso ela alcançou a marca de 1,5 milhão de unidades produzidas do Celta. Curiosidade: considerando-se a média de 1,2 mil elementos de fixação em cada carro deste perfil, podemos estimar em cerca de 1,8 bilhão de fixadores circulando por ruas e estradas do País. Este mesmo curso faz parte da grade de eventos oferecida pelo SAE Brasil, com programação para os dias 13 a 15 de setembro, e outro de 8 a 10 de novembro. O local é na Avenida Paulista, 2.073 – Edifício Horsa II – Cj. 1003 – 10º andar, São Paulo, SP.

O palestrante ao centro dos 22 participantes do curso
As aulas são expositivas, com apresentação de conceitos teóricos e exemplos reais. Há atividades experimentais, utilizando apertadeira eletro-eletrônica e posterior discussão dos resultados, com analogia direta com o que ocorre nas diversas linhas de montagem. Nesta etapa ocorre a “participação especial” do instrutor Fábio Fernandes, engenheiro de aplicação de máquinas apertadeiras, da Bosch RexRoth.
Mais informações sobre os cursos, visite: www.saebrasil.org.br
Informações:
www.saebrasil.org.br
COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com