Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 06
Busca::..
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Editorial: Sérgio Milatias
30/10/2007 03h32

Você tem em mãos a Revista do Parafuso, a primeira publicação brasileira dedicada ao setor de elementos de fixação. Orgulhosos, completamos com esta edição o nosso primeiro ano de atividade. Agradecemos a vocês que são a razão da nossa existência. E é dentro desta contexto que já arregaçamos as mangas para trabalhar nas próximas edições em 2008. “Só os paranóicos sobrevivem”, frase dita por Andrew Grove, presidente da Intel.

Entendo que não podemos cochilar na onda otimista na qual vivemos, mas, até aí não podemos perder oportunidades de iniciar projetos. Projetos engavetados, não são projetos, são apenas desejos. Podemos dividir o mundo em dois grupos de pessoas: os felizes e o infelizes; os apostadores e os não apostadores. Os não apostadores são os mais infelizes.
A infelicidade não é, e não pode ser, um estado permanente e sim, um momento de reflexão e reação. Ainda existem dúvidas sobre diversas questões no mercado internacional, por exemplo, como o caso imobiliário norte-americano. Quando se espirra lá, sacode aqui. Mas, e quando não houver dúvidas? Dólar baixo, alegria para uns, tristeza para outros. A economia é assim, sempre foi, uma gangorra. Do contrário não teria graça.
Queremos aqui agradecer aos colaboradores desta edição: Alfredo Fuchs (Sinpa); Leonardo Rollo e Reginaldo Colicchio ( Metalac); José Barbosa (artigo sobre Ferrita Delta); Mauro M. Souza; Valter de Souza Filho e Sérgio T. Button (artigo de capa); Leo Monroe (National Machinery), e Roberto Garcia.
Muito obrigado e ótima leitura!
Sérgio Milatías
milatias@revistadoparafuso.com.br
 
COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com