Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 13
Busca::..
Edição 83
Edição 82
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Feiras
30/12/2008 01h47

Trampolim dos bons negócios

Santos Offshore serviu de vitrine de lançamentos e motivou a busca de inovações tecnológicas em todo o segmento da indústria do petróleo e gás

 
A 2ª edição do Santos Offshore, realizada entre 22 e 24 de outubro, em Santos, SP, confirmou a sua importância para os setores de petróleo, gás, petroquímica, química, siderurgia e meio ambiente, apresentando novidades em máquinas, equipamentos e outros insumos utilizados pelas indústrias destes segmentos, além de potencializar negócios. “A feira concretizou o ritmo acelerado deste mercado, criando novas perspectivas de negócios entre expositores e visitantes”, declarou o diretor do evento, Valmir Semeghini. Voltado para atender as necessidades das empresas do Estado de São Paulo, principalmente Baixa Santista e a região do ABCD (grande São Paulo), o evento atraiu um público de 15 mil pessoas, que circularam pelos 220 estandes de empresas nacionais e estrangeiras. Foram gerados aproximadamente R$ 20 milhões em negócios e 2 mil empregos diretos e indiretos.
 
De acordo com a gerente regional do Sebrae-SP na Baixada Santista, Silvana Pompermayer, o nível técnico das empresas que participaram dessa edição foi superior ao registrado na edição anterior, em 2007. “Percebemos um amadurecimento, as marcas estavam preparadas para fechar negócios, buscando uma relação mais próxima com o mercado”, analisou. A 3ª edição da Santos Offshore já tem data confirmada: ocorre entre os dias 20 e 23 de outubro de 2009. De acordo com Semeghini, as expectativas de crescimento para o ano que vem são as melhores, tanto em número de participantes quanto de negócios.
 
 
 
Dentre as indústrias presentes, a reportagem da Revista do Parafuso encontrou a Roffer Comércio de Parafusos, que atua no ramo de fixadores há mais de 20 anos, com uma lista de mais de 30 mil itens em produtos. “Dentre essa linha, sempre tivemos forte atuação na indústria petroquímica, sucroalcooleira, siderurgia e mineradora. Por isso, expomos prisioneiros e porcas da norma ASTM, parafusos de aço carbono e aço inox, abraçadeiras, chumbadores e arruelas”, explicou o gerente comercial, Rogério Valentini. “O segmento está em franca expansão e o evento, além de fomentar o mercado, consolidou ainda mais a marca Roffer”, completou.
 
Foto à direita: Rogério Valentini e Emílio Romero
 


 
 
 
 
A Torvel Equipamentos Hidráulicos, que há 27 anos trabalha com soluções para hidráulica de alta pressão montou seu estande e apresentou torqueadeiras hidráulicas, bancada de teste para altos torques (até 50.000 Nm), cilindros hidráulicos, bombas, sacadores de polias pesados (até 100 toneladas), cortadores de porcas, separadores de flanges, entre outros produtos. “A novidade ficou por conta da bancada de testes para torques superiores a 10.00 Nm, pois no mercado nacional ainda não existe nada parecido e o equipamento é de grande carência para aferir máquinas de torque de altos calibres, chaves de impactos e até torquímetros. Repetibilidade de até 99% e o modelo é BT-24.000”, declarou o gerente comercial, Orlando Palmeira (foto à esquerda).
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 


 
 
 
Outra participante foi a Brastorc, que realiza manutenção preventiva e corretiva, e trabalha com torquimetros hidráulicos, que auxiliam as indústrias em momentos críticos, onde há dificuldade para apertar ou soltar parafusos e porcas. “Além dos torquimetros, divulgamos acessórios e dispositivos especiais com controle de torque e precisão de 100%. A maior novidade foram os dispositivos para soltar tubulações de gás e bielas dos cavalos de pau, além de robôs que executam a limpeza de piscina”, comentou o diretor da Brastorc, Francisco Pelluso (foto à direita), que continuou. “Durante o evento percebemos que as marcas estão preocupadas em desenvolver o máximo de tecnologia para obter resultados mais satisfatórios, sem causar riscos de acidentes aos funcionários e ao meio meio-ambiente”, concluiu.
 
 


 
 
Já a Nobrinox Fixadores Indústria e Comércio divulgou a expansão que conquistou em sua área de atuação ao agregar novos departamentos, produtos e serviços. Ela produz e comercializa elementos de fixação, tendo como principal atividade a produção de porcas sextavadas e parafusos sem cabeça com sextavado interno em aço inox, além de todo o tipo de peças especiais usinadas, dando preferência a aços inoxidável. Na década de 1990, iniciou fabricação de válvulas de esferas e comercialização de tubos, flanges e conexões. “Temos uma linha completa de fi xadores, parafusos, estojos B7, válvulas de esfera, ferramentas pneumáticas, abrasivos e EPI’s. Apresentamos nossas linhas de ferramentas pneumáticas especiais para o setor de preparação e recuperação de pinturas industriais, tais como marteletes desencrustadores de agulhas e esmerilhadeiras de todos os tamanhos, modelos e aplicações”, explicou o gerente de vendas técnicas, Paulo Toledo.
 
 

 

 

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com