Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 92
Busca::..
Edição 93
Edição 92
Edição 91
Edição 90
Edição 89
Edição 88
Edição 87
Edição 86
Edição 85
Edição 84
Edição 83
Edição 82
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Editorial
20/04/2022 02h33

Editorial

Sem uma saída honrosa

O mundo das incertezas

Com pouquíssimo conhecimento, não fica fácil analisar e chegar a uma conclusão sólida e responsável sobre um tema como a guerra Rússia vs. Ucrânia, ainda em andamento no fechar deste editorial. Melhor ainda é desejar que este tema já esteja defasado quando as leitoras e leitores tiverem em mãos esta Revista do Parafuso.

No entanto, é inevitável observar com estranheza e desconfiança o que leva uma pessoa a estar no topo do poder por mais de 20 anos. “De pessoas ‘bem-intencionadas’, que querem salvar o mundo, o inferno está cheio”, diz o ditado popular.

Mas o que se tem conhecimento é que o atual líder da Rússia teria sido acuado pelas lideranças globais, a tal ponto de ter ficado “sem uma saída honrosa”, situação na qual o derrotado pode causar grandes estragos, segundo o general chinês Sun Tzu (544 a 496 a.C.), no livro A Arte da Guerra.

Obviamente, o resultante disso é a elevação das incertezas, principalmente naquilo que é mais importante: a vida.

No Brasil os efeitos disso tudo já estão chegando, mas, considerando que conflito termine rápido, o que se vê no horizonte é um enorme reerguimento das atividades que lidam com a presença de pessoas, tal como restaurantes, turismo e muitos outros, incluindo eventos como feiras e congressos.

Já em março próximo teremos realização da Feicon, feira internacional de construção; em maio a Feimec, de máquinas e ferramentas. Ambas estarão nas páginas da nossa edição que circulará ao final de maio.

Fora do país, a feira de Taiwan foi suspensa devido à Covid. Este evento estava programado para abril. Enquanto isso, a feira Wire Düsseldorf, Alemanha, se mantém confirmada para junho, numa Europa que também se encontra em outra encruzilhada, a escassez de fixadores com a sobretaxação em parafusos e afins Made in China, temas destacados por Phil Matten, diretor da associação BIAFD (Reino Unido) na seção Entrevista, com maior detalhamento descrito por Alexander Kolodzik (Alemanha), Secretário Geral da EFDA, na seção Especial.

 

  Boa leitura! 

 Sérgio Milatias

 

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com