Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 90
Busca::..
Edição 92
Edição 91
Edição 90
Edição 89
Edição 88
Edição 87
Edição 86
Edição 85
Edição 84
Edição 83
Edição 82
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Eventos
21/02/2022 03h04

 Eventos

O Sol voltou a brilhar para feiras

Pioneira na retomada, a Intersolar 2021 marcou o renascimento das feiras e congressos

Podemos adjetivar como ousada e pioneira a ação dos organizadores e dos expositores da Intersolar South América em realizar um triunfante retorno da feira de negócios, sobretudo nesses tempos difíceis para os eventos presenciais. Mais do que nunca, valeu. “O sol voltou a brilhar”, mesmo nos chuvosos dias 18, 19 e 20 de outubro de 2021, na primavera da cidade de São Paulo, SP, no Expo-Center Norte.

Esse floreio todo não é à toa, pois, as feiras fizeram muita falta. Portanto, aqui comemoramos tal retorno e, modestamente, nos solidarizamos com aqueles que tanto foram prejudicados.

Entre os pioneiros do evento, claro, estiveram importantes players em sistemas de fixação, tendo entre os entrevistados a multinacional ARaymond e as brasileiras BelEnergy (Grupo Belenus), Boltinox, Inox-Par, LuduFix, Max Del e Walsywa, disponíveis nas páginas as seguir. 

Walsywa

Com uma história de mais de meio século, a Walsywa carrega uma trajetória robusta no fornecimento de fixadores para a construção civil, ampliando sua atuação na captação de energia solar, o que a levou a estrear nesta Intersolar. CEO da empresa, João Pedro Shrott comentou: “Aqui destacamos aqui nossos fixadores em inox – arruelas, grampos terminais, hastes, parafusos, porcas e outros. Como opções para partes estruturais no solo dispomos, também, de itens com revestimento organometálico, além de fixadores químicos que proporcionam grandes benefícios, já comprovados na construção civil. Nas demais partes, há uma predominância dos itens inox Walsywa, da captação implantada no solo até na captação aérea. Toda essa demanda por energia alternativa nos levou a apostar na expansão das nossas linhas, estoque e eficiência logística, com a inauguração de nossa nova sede em Jundiaí, SP, uma moderna unidade três vezes maior que a anterior”.

BelEnergy (Grupo Belenus)

Dedicada ao fornecimento de painéis solares, inversores, componentes elétricos, cabeamento e, sistemas de fixação, a BelEnergy foi estreante no evento, relatou o CEO, Sergio Lucas: "Primeiramente, nossas ações estão voltadas em atender os integradores, responsáveis por fazerem as instalações de microgeração. Para eles, fornecemos kits praticamente completos, cabendo a eles as análises, projetos e instalações".

Uma divisão da Belenus, a BelEnergy já tem mais de mil integradores parceiros, e isso tem avançado rápido devido a uma saudável sintonia na qual o integrador pode optar em cobrar do cliente final apenas o serviço, com a empresa faturando diretamente pelos kits.

"A BelEnergy surgiu à medida que aumentava a demanda por fixadores Belenus nesse campo. E com o nosso know-how em fixação e importação tudo ficou simples", disse o CEO.

ARaymond

Empresa francesa com 156 anos de existência, a ARaymond fabrica fixadores especiais, tais como clips, grampos e outros. OEM, atuante em 25 países, 95% do seu business é automotivo (montadoras e tiers). Possui 50% de share global e 70% no Brasil, onde está há 22 anos, operando atualmente com 300 colaboradores em sua planta industrial em Vinhedo, SP, sob a gestão de Alexander Pircher, CEO da unidade Brasil.

Há cinco anos no negócio solar, três no Brasil, a estreante na feira expos seus sistemas de fixação, garantindo proporcionar longevidade e segurança, pois esses equipamentos ficam sujeitos a variações climáticas ameaçadoras, pois, existem registros de ocorrências danosas e até fatais por desprendimentos causados por vento e/ou má aplicação.

Boltinox

Ex-proprietário da Indupar – fabricante de fixadores vendida para a Böllhoff – Ronald Spilborghs retornou ao mercado em 1994 ao fundar a Boltinox, importadora e distribuidora de fixadores de inox. A Boltinox surgiu atendendo grandes empresas de acessórios para esquadrias, num convívio que lhe gerou um grande know-how. (Foto - Camila Guimaro, Ronald Spilborghs, Edelânia Alencar, Sabrina Avelino e Jessica Couto )

“Como importações demandam muito tempo, nossas compras são feitas com longa antecedência para garantir um nível eficaz de fornecimento. Esse know-how alcançado tem facilitado a expansão da nossa carteira de clientes, incluindo empresas de acessórios para vidros, boxes, portas, janelas, fechamentos de sacadas e, também, na construção civil nas linhas de itens sanitários. Além disso, fornecemos para transmissão de energia elétrica, tendo crescido na área solar, o que nos trouxe a estrear nesta feira”, disse Spilborghs

LuduFix

Prestes a completar três décadas anos de atividades (em 2022), nesses últimos dez anos a LuduFix ampliou seu foco em itens de inox, tornando-a um importante player de parafusos e similares no setor fotovoltaico.

"É muito agradável estar de volta, após dois anos sem eventos presenciais. Recentemente vivenciamos muitas adaptações difíceis em nossos processos de importação e estoque. Tem havido muita escassez de produtos e altas nos preços, inclusive no transporte. E isso nos obrigou a comprar com antecedência maior, evitando assim o desabastecimento da clientela, que demandam itens Ludufix em todas as partes estruturais da captação de energia solar, desde o solo até laje ou telhado", relatou o diretor da empresa, Eduardo Abreu.

Inox-Par Parafusos

Eduardo Lopes, diretor comercial, comentou: “Antes de tudo, é necessário destacar que entre as atividades cotidianas, a Inox-Par tem ampliado suas ações em prol do terceiro setor, ou seja, para nós não é válido triunfar sem se solidarizar com as camadas mais carentes da sociedade. Além de destinarmos recursos para filantropia, ao produzirmos e fornecermos sistemas de fixação em inox, convertemos problemas em soluções em nome das melhorias ambientais, na chamada sustentabilidade, direcionados em atingirmos os padrões ESG. Nesta edição da feira expomos tudo que envolve fixação em instalações roof top e estrutural em solo. Toda a rede de integradores de instalações fotovoltaicas – seja em residências, indústria ou no comércio – encontra nas linhas Inox-Par a solução completa, indo além dos fixadores, incluindo o fornecimento de kits estruturais e suporte técnico na indicação do sistema mais apropriado a depender do tipo de região”.

Max Del

 

 

Fundada há 44 anos, operando com cerca de 200 colaboradores, certificada ISO 9001, IATF 16949, ISO 14001, OHSAS 18001 e CQI9, a indústria de fixadores Max Del estreou na feira. Tradicional fornecedora no setor automotivo – habituada com o elevado rigor das montadoras e sistemistas em questões que envolvem segurança –, a empresa estende todo seu know-how para sistemas de fixação mecânica em células de captação de energia. (Foto - Ricardo Araújo e Wilson Leite (atrás), Renata Silva, Giovanna Biason, Jorge Bononi e Andesron Biason (CEO) )

“Desenvolvemos uma serie de itens destinados à fixação de painéis solares, tal como parafusos, porcas, arruelas, grampos, produtos fornecidos em kits, muitos deles usados em grandes obras. Agora partimos na direção de atender integradores em geral. Aqui vale destacar parafusos auto-travantes, muito importantes em fixações resistentes a elevadas vibrações”, declarou Anderson Biason, CEO da Max Del.

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com