Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 89
Busca::..
Edição 93
Edição 92
Edição 91
Edição 90
Edição 89
Edição 88
Edição 87
Edição 86
Edição 85
Edição 84
Edição 83
Edição 82
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Balcão
06/11/2021 07h02

Balcão

A mulher de aço da SuperFix

A poderosa chefona da revenda curitibana

No mercado em geral, já não é mais novidade encontrarmos mulheres no comando. Mas, neste “Clube do Bolinha”, que é o setor parafuseiro, Luluzinha no comando ainda é novidade, sim.

Nesta edição, conversamos com a empresária Daniele Albuquerque, que aos 26 anos fundou sua própria revenda de parafusos e afins, a SuperFix, em Curitiba, PR.

“Passei a lidar com metais em Curitiba, aos 18 anos, na Galvinox (bobinas, chapas e tubos de aço). Após eles incluírem parafusos entre as linhas aprendi a lidar e gostar desse tipo de produto, tanto que nunca mais larguei”, disse Dani.

Ela relatou que o seu ex-marido e o seu chefe foram incentivadores para que ela tivesse o seu próprio negócio, o que se concretizou em 2008, com a criação da SuperFix. Tudo começou com a revenda operando em uma pequena sala, emprestada pela ex-sogra. No início o apoio de alguns clientes foi decisivo.

“Considero como um dos fatores do sucesso atender bem, nem que seja atender poucos, mas sempre atender com o máximo em qualidade. O mercado está repleto bons clientes, porém, mal atendidos”, comentou.

“Nos primórdios, fazíamos de tudo: compras, vendas, separações, emissões de notas fiscais manualmente, entregas, cobranças... Quando foi possível, enfim, contratamos um motorista. Depois veio um separador, e por aí foi. Em 2011 alugamos um barracão que era tão grande que até fazia eco. Hoje ele está completamente lotado e, além dele, temos um outro só para estoque. Atualmente, nossa equipe tem 25 colaboradores, uma loja física e mais de 15 mil itens cadastrados, concluiu Dani.

Homologada, a empresa tem no setor eólico seus melhores resultados. Atende, de forma direta e indireta, clientes de renome como a Alstom e GE, além de exportar itens eólicos para os EUA.

SuperFix

 

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com