Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 88
Busca::..
Edição 88
Edição 87
Edição 86
Edição 85
Edição 84
Edição 83
Edição 82
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Europa News
16/07/2021 03h54

Europa News 

Mi.Me.Af. SpA se une com a Bontempi Vibo Group

A aquisição é amplo passo para o Grupo alcançar faturamento anual de € 80 milhões até 2025.

Vittoriano Calomeni (gerente geral Bontempi Vibo e CEO da Mi.Me.Af.), Mariasole Bontempi (gerente de Compras Bontempi Vibo e CEO da Mi.Me.Af.) e Raoul Bontempi

Empresa histórica, situada na região de Lecco, Itália, especializada na produção de fixadores de design especial, a Mi.Me.Af. A SpA foi adquirida pela compatriota Bontempi Vibo SpA.

Com faturamento anual na média de € 6 milhões, a Mi.Me. Af. é reconhecida pelo seu elevado nível de qualidade e grande capacidade na personalização de produtos aos mais variados setores, de automóveis a eletrodomésticos, de fechaduras a compressores de ar. ]

Essa aquisição é apenas uma das ações que integram o plano de expansão industrial da Bontempi, que busca elevar sua receita anual até 2025 na orbita de € 80 milhões. E esse plano que visa atingir não só o mercado italiano, mas também o europeu, será desenvolvido através de aquisições de empresas sólidas e inovadoras, graças às quais o Grupo Bontempi expandirá sua gama de produção para alcançar novos e estratégicos setores.

Um exemplo disso está na aquisição da Fram, em 2019, o que permitiu ao Grupo aumentar a sua produção, estando agora com uma das maiores gamas de produtos de fixação na Europa, o que levou a empresa a manter-se em crescimento constante e encontrando novos mercados.

“Queremos sair do 'nanismo' industrial que tem caracterizado as PME italianas e preparar o Grupo para ser cada vez mais protagonista nos desafi os que iremos enfrentar, o setor de fixadores”, disse Raoul Bontempi, CEO da Bontempi Vibo e Presidente da Mi.Me.Af.

Growermetal obtém certificação aeroespacial

A conquista fortalece as projeções de sucesso nesse mercado

Certificada de longa data pela qualifi cação do setor automotivo IATF 16949, recentemente a fabricante de arruelas Growermetal Srl, Itália, obteve a DNV-GL, que a certifica em seus processos produtivos de acordo com a norma EN 9100: 2018, o que permite a empresa ser integrada ao quadro de fornecedoras para o setor aeroespacial.(Foto - Paolo Cattaneo e Cláudia Müller (durante a Fastener Fair Stuttgart 2019)

Por meio da norma EN 9100 a IAQG (International Aerospace Quality Group) estabeleceu um sistema de gestão da qualidade controlado diretamente pela indústria aeroespacial como um todo, e que define os rígidos requisitos necessários para quem opera neste setor.

Baseada na ISO 9001, A norma EN 9100 tem como foco principal a qualidade, segurança, confi abilidade e eficácia dos processos produtivos, abrangendo todas as áreas dessa indústria e sua cadeia de suprimentos.

“A obtenção do certificado nesse nível foi resultante de um amplo trabalho interno e com uma equipe muito profissional, visando assim a criação de novos procedimentos e processos mais eficientes e totalmente orientados para a prevenção e redução do risco. Agradecemos a todos os colaboradores Growermetal pela paixão e dedicação demonstrada", disse Paolo Cattaneo, CEO da Growermetal, completando: “Ser certificado EN 9100 nos dá, também, a grande oportunidade de ser incluídos no banco de dados da Oasis (Online Aerospace Supplier Information System), na qual os participantes mais importantes dessa indústria podem selecionar seus fornecedores. Ser certificado de acordo com a EN 9100 tem sido um desafio vencido por toda a empresa, o que nos permite não só melhorar em padrões de qualidade mais elevados, mas também ser acreditados a nível internacional como parceiro fabril para o setor aeroespacial”, concluiu.

Bufab se mantém em forte expansão

Após definir o primeiro trimestre de 2021 (Q1) como muito desafiador, ainda assim o Grupo Bufab alcançou os melhores níveis de vendas e de lucro operacional em um único trimestre.

Suas vendas líquidas durante o Q1 2021 aumentaram 8%, chegando a SEK 1,423 bilhão (em coroa sueca, o equivalente a € 140,4 milhões) um crescimento de 14%. Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização, o Ebtida aumentou 40% para SEK 177 milhões (contra SEK 126 milhões no Q1 2020) com uma margem operacional de 12,4% (Q1 2020 = 9,5%).

Bufab comentou: “Já no final de 2020, vimos um retorno a um crescimento saudável com a maioria de nossos clientes. Essa tendência continuou no primeiro Q1 2021. O crescimento orgânico foi de 14%, embora comparado ao fraco Q1 2020, principalmente na Ásia. Vimos uma boa demanda subjacente e um crescimento contínuo da participação de mercado.”

“Durante o final do ano passado, o crescimento foi impulsionado principalmente por nossos clientes recuperarem seus volumes de produção perdidos desde o início do ano. Acreditamos que o crescimento no início de 2021 seja mais sólido e principalmente impulsionado por uma maior demanda dos clientes finais. Isso é particularmente verdadeiro para as indústrias que, por vários motivos, se beneficiaram da pandemia”.

“As mudanças dramáticas na demanda causaram dificuldades durante o trimestre nas cadeias de abastecimento globais. As matérias-primas e a capacidade de produção foram afetadas por gargalos e fortes aumentos de preços. Certas categorias de componentes foram difíceis de obter. Os sistemas de transporte também enfrentaram grandes problemas de capacidade, especialmente no frete de contêineres da Ásia para a América do Norte e Europa. A Bufab foi atingida por aumentos signifi cativos no custo de componentes e frete, o que por sua vez levou a um aumento da carga de trabalho, pois todos os preços com fornecedores e clientes precisam ser renegociados. No geral, a situação do abastecimento e a carga de trabalho correspondente na Bufab estavam sob grande pressão durante o trimestre”, concluiu a nota.

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com