Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 85
Busca::..
Edição 85
Edição 84
Edição 83
Edição 82
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Eventos - Show China 2020
19/02/2021 07h04

Eventos

International Fastener Show China 2020

Sim, no segundo semestre de 2020 houve uma feira do setor de fixadores, mas foi na China, e com máscaras

Como já publicado nesta Revista do Parafuso, em 2020 só houve uma feira do segmento de fixadores no planeta, a Fastener Fair Turkey, em Istambul, Turquia, mas ela foi realizada em fevereiro, antes da Organização Mundia da Saúde “apertar o botão vermelho”. Mas foram duas feiras, sendo a segunda a International Fastener Show China (IFS China), realizada entre os dias 3 e 5 de novembro passado, no Shanghai World Expo Exhibition & Convention Center, em Shangai.

A área de expositores da IFS China totalizou 38.000 m², com 615 empresas de fixadores, 1.683 com estandes padrão, que exibiram inúmeras opções em maquinário e ferramental usado na fabricação e acabamento de fixadores, bem como serviços envolvendo matéria-prima, alta tecnologia, design e demais serviços. A feira contou com visitantes de 26 países, com 25.256 visitantes. Mas, pelas fotos, fica clara a predominância de muitas máscaras vestindo rostos asiáticos e ausência de rostos de outros continentes.

Nos últimos anos, a indústria de parafusos, porcas e toda parafernália de fixação feita na China tem se desenvolvido muito rapidamente. Sua produção, o volume de vendas e o grau de nacionalização têm melhorado continuamente. Em 2019, o tamanho geral do mercado de fixadores da China atingiu 140,2 bilhões de yuans (cerca de US$ 21,7 bilhoes). Embora afetado por vários fatores negativos no mercado interno e no exterior em 2020, o mercado em nível de trilhões de "nova infraestrutura", aceleração da fabricação inteligente, transformação digital, abertura do novo padrão de "vendas re-domésticas" e "circulação dupla" todos somados, injetaram mais vigor na indústria chinesa de fixadores.

“Esperamos que a IFS China seja oportuna para acompanhar o ritmo da indústria de fixadores, demonstrando totalmente mudanças e demandas no mercado chinês de fixadores, tornando amplamente públicas novas tecnologias, produtos e modelos das empresas em questão, transmitindo informações positivas do mercado e oferecendo uma plataforma confiável e profissional aos representantes comerciais sobre compartilhamento de tecnologia, intercâmbio de informações e cooperação empresarial. Desta forma, podemos consolidar a confiança e resolver problemas do mercado de fixadores em meio a situações complicadas”, diclarou Kangsheng Xue, presidente da Associação da Indústria de Fixadores da China da Associação da Indústria de Componentes de Máquinas Gerais da China.

Apesar do histórico especial de 2020, a IFS China 2020 conseguiu manter a escala de edições anteriores, exemplo disso foi o pavilhão 1, dedicado para expositores de máquinas e ferramentas, que teve como a presença de grandes marcas, como a Ningbo Sijin, Carlo Salvi, Ningbo Haixing, Shanghai Chunzu, Sacma, Aerospace, National Machinery, Nedschroef e outros.

A próxima IFS China será realizada no mesmo local entre os dias 14 a 16 de novembro de 2021. 

Carlo Salvi: feedbak positivo na China 

Herbert Zhu (gerente técnico e de vendas), Brina Lee (administração) e Jessie Yang (assistente de marketing), da Carlo Salvi Guangzhou e Jacky Gao (gerente de ferramentas e processos) da Hatebur Shanghai

Marca de referência global na produção máquinas para fabricação de fixadores e outros artefatos a partir do arame, a Carlo Salvi (Itália) declarou estar muito contente por sua participação nas feiras International Fastener Show China (IFS China) e China International Import Expo (CIIE), ambas realizadas em novembro passado, na China, em Shangai.

A equipe de expositores vindos da filial da Carlo Salvi em Guangzhou (ativa desde 2011) e por outro colega da Hatebur Shanghai tiveram uma atuação fundamental devido a pandemia e a ausência dos colegas das Itália. Eles relataram que as empresas compradoras desses tipos de maquinário conservam grande apreço pela Carlo Salvi, empresa do Grupo Hatebur (Suíça).

“Ficamos muito sentidos por não poder estarmos pessoalmente na IFS China e CIIE. Mas são tempos difíceis, e que não nos permitem operarmos como sempre foi", comentou Marco Pizzi, CCO da Carlo Salvi.

"A presença da Carlo Salvi em nível internacional se beneficia devido ao apoio das nossas filiais no exterior e permite-nos contar com nossos estimados colegas que nos representam de forma exemplar. Nossos colegas chineses nos contam que o número de expositores e visitantes nas feiras foram menores que o habitual. No entanto, a recuperação da economia chinesa e o trabalho realizado por nossa subsidiária na expansão e busca por novos negócios aumentaram o número de clientes potenciais. Então, estamos satisfeitos e confiantes no futuro; aliás, já planejamos nossa presença na próxima edição”, concluiu Pizzi.

Germano Pandianie Marco Pizzi

“Os colegas chineses informaram-nos que na 3ª edição do CIIE, que participamos pelo 2º ano consecutivo, Carlo Salvi foi a única representante em máquinas para fazer fixadores. Obviamente, devido à pandemia, houve redução de visitantes, mas ainda foi um número considerável. Também avaliamos positivamente nossa presença na CIIE, pois amplia nossas possibilidades de negócios, não só na área de fixadores, e aumenta nossa reputação no Oriente: a CIIE na China é considerada um evento de alto nível”, concluiu Germano Pandiani, COO da Carlo Salvi.

 

 

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com