Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 83
Busca::..
Edição 83
Edição 82
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Ásia News
07/10/2020 08h56

Ásia News

Preço doméstico do aço é reduzido pela CSC

A China Steel Corporation reduziu seus preços de aços doméstico no Q3

Maior siderúrgica de Taiwan, a China Steel Corporation (CSC) anunciou ajustes dos seus preços domésticos no terceiro trimestre (Q3) de 2020. Os preços do fio-máquina, aço laminado a frio (médio e alto carbono), aço para ferramentas e aço para peças automotivas serão reduzidos em NT$ 500 (US$ 17.00) por tonelada métrica, o que é uma boa notícia para muitos fabricantes locais de fixadores, ferragens e ferramentas manuais.

Analistas de mercado comentam que o ajuste de preços associado à reabertura da economia nos principais países europeus, EUA e Japão, e o aumento de preços de produtos laminados a quente anunciados recentemente por outras siderúrgicas líderes internacionais, podem aliviar bastante a produção, pressão de custo e operacional de muitos fabricantes locais de fixadores e hardwares em geral que, indiretamente, ampliarão sua competitividade global.

Pandemia atinge em cheio a exportação de fixadores de Taiwan, com queda de 8,9%

Quase nenhum país relatou bons resultados econômicos em abril de 2020, caso de Taiwan, que exportou apenas 94,1 mil toneladas de fixadores nesse mesmo mês, uma queda de 27% na comparação com o mês anterior e com 22% a menos que abril 2019. Em preço unitário de exportação houve um aumento de 2% em relação a março deste ano, mas a queda foi de 2,8% comparado ao mesmo período 2019. Em geral, os cinco principais destinos dos fixadores Made in Taiwan no primeiro trimestre (Q1) de 2020 foram EUA, Alemanha, Holanda, Japão e Canadá. Nas vendas para outros países a queda orbitou entre 5 e 19% comparado ao mesmo período 2019, especialmente na Alemanha (-19,68%) e nos EUA (-10,44%).

Segundo o Taiwan Industrial Fasteners Institute (TIFI), Taiwan exportou 368 mil toneladas de fixadores no Q1 2020 (US$ 1,026 bilhão), acumulando 8,9% de queda em relação ao mesmo período 2019 (US$ 1,109 bilhão, queda de 7,4%); no entanto, a média do preço unitário aumentou em 1,03%. Linhas de para fusos como os autorroscantes apresentaram o maior aumento no volume de exportações (21,85%), mas seu preço unitário caiu 7,05%; as linhas de chipboard (parafusos para uso em madeira) foi outra categoria que apresentou aumento (14,27%). Além disso, o volume exportado em fixadores caiu 16,29%, com a exportação de porcas caindo 11,49%. Quanto aos preços no geral, todos os fixadores apresentaram aumento de mais de 2,5%.

Em termos de insumos, nos primeiros 4 meses de 2020, 24% das demandas de arames (fio-máquina) de Taiwan foram atendidas pela Coréia do Sul e 19% pelo Reino Unido. Cerca de 57% dos arames importados eram de aço de baixo carbono e 21% eram de liga; 42% das hastes vieram da China e 28% do Japão. 71% das barras importadas eram de ligas de aço.

No primeiro trimestre de 2020, Taiwan importou 205 mil toneladas entre arames e barras. Embora o número tenha aumentado 8% trimestralmente, ele caiu 1% em relação ao mesmo período do ano passado.

Importação/Exportação de fixadores de Taiwan entre 2014 e 2019 e participação de mercado em regiões específicas

Confira os dados compilados pelo Dr. Arthur Hsu, do MIRDC - Metal Industries R&D Center (Centro de P&D em metais de Taiwan)

Conteúdo fornecido originalmente em dólar taiwanês (NT$), com conversão pelo câmbio de 28 julho de 2020 (NT$ 1.00 = US$ 0.034). Fonte: Taiwan Customs.

 

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com