Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 81
Busca::..
Edição 83
Edição 82
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Eurásia News
29/05/2020 10h48

Eurásia

 Bem-sucedida a edição 2020 da Fastener Fair Turkey

A 5ª edição da feira internacional do setor de parafusos e similares e sistemas de fixação mostrou mais uma vez a importância e força da Turquia nesse segmento

Antes de eclodir a crise Covid-19, entre 27 e 29 de fevereiro, o Centro de Exposições Tuyap, Istambul, Turquia, recebeu a Fastener Fair Turkey 2020. (Foto - Mustafa N. Tecdelioğlu)

Relatando ter sido um evento bem-sucedido mesmo em meio aos impactos da pandemia, que afetava principalmente o continente asiático na ocasião, Nicola Hamann, diretor administrativo da organizadora do evento, a Mack Brooks Exhibitions, declarou: “Um total de 147 empresas de 13 países atuaram como expositores nessa edição, com cerca de 58 dessas empresas estreantes. Embora 43 de nossos expositores da Ásia não pudessem comparecer devido aos efeitos da Covid, a exposição ainda assim conseguiu realçar o potencial da Turquia como um forte mercado. Foram 2.500 visitantes profissionais de 53 países, 14% dos visitantes vindos do exterior”.

Na edição deste ano, os setores industriais mais fortemente representados foram a indústria automotiva, ferragens, bricolage, construção, engenharia mecânica, fabricação de móveis, máquinas agrícolas, máquinas fora de estrada, produtos elétricos e eletrodomésticos, engenharia civil e aeroespacial.

Além de líderes da indústria automotiva, como Tesla Automotive, Ford Otosan, as unidades turcas da Honda e Mercedes-Benz, Tofaş, Toyota e Oyak Renault, empresas aeroespaciais Aselsan, Coşkunöz Aerospace, PFW Aerospace e a Roketsan Inc. estiveram prersentes. Além dos fabricantes de materiais para sistemas de painéis solares, como a Vergo Energy Systems, Cegelec Groupe VINCI ENERGY. Muitas outras empresas de manufatura mostraram grande interesse na exposição, incluindo a Technopartner Srl., iSi Automotive Austria GmbH, Schock GmbH e PE Automotive A 5ª edição da feira internacional do setor de parafusos e similares e sistemas de fixação mostrou mais uma vez a importância e força da Turquia nesse segmento GmbH & Company KG., TCDD (ferrovias estatais da República da Turquia) e Baku Shipyard, que são nomes importantes no setor de transporte.

Parceira oficial do evento, a Besiad (associação local de industriais e empresários de parafusos e similares), por meio do seu presidente, Mustafa N. Tecdelioğlu, declarou: “Esta edição foi muito bem organizada e bem-sucedida, apesar do impacto da epidemia. Agradecemos a todos participantes, mas já estamos ansiosos pela edição 2022, que certamente será em melhores circunstâncias”. 

A indústria de fixadores pós-pandemia

Conviver com esse vírus nos lembra o quanto são valiosas as pequenas coisas, aquilo que realmente importa. Percebemos o quanto é agradável estar em feiras, mesmos as que tínhamos preguiça de visitar ou participar, ou as cansativas visitas aos cliente. (Foto - Ali Baysal, Editor-chefe da Revista Fastener Eurasia, Turquia)

Como não podíamos sair na rua, não podíamos gastar o dinheiro que estava no bolso porque este passou a não ter mais valor. Vemos que a respiração é mais preciosa do que qualquer coisa.

Outra realidade que enfrentamos é a importância de uma empresa ou país ser auto-suficiente. Estão ocorrendo dificuldades devido à dependência de outros países, abastecidos com importações ou apanhados sem estoques em plena crise. Experimentamos a verdade de que, se você não pode produzir, não pode estocar, mas pode se dar bem com todos ... Se você não tem amigos, não pode atender suas necessidades, mesmo que tenha dinheiro.

A partir de agora, empresas produtivas serão muito valiosas, aquelas com capital forte serão sustentáveis e as confiáveis crescerão ainda mais. Devem se dar bem com clientes, fornecedores, porque se eles existem, você existe.

Aqueles que tomam a crise como uma oportunidade de demitir, de adiar pagamentos apesar de ter o caixa em dia, ou mesmo aqueles que se recusam a compartilhar o que têm em mãos, devem ter em mente que esses dias passarão. Essa crise prova o quanto precisamos uns dos outros.

Minha recomendação a partir de agora...

Todos anseiam por produzir, vender, gastar... Inúmeras, grandes e importantes feiras de negócios foram adiadas. Esses eventos devem recomeçar a partir de julho, dentre elas a Wire Düsseldorf, Köln Hardware, Fastener Fair USA, Fastener Poland, Int. Fastener China e Taiwan Fastener Show. A participação e visitação devem aumentar. A produção e o comércio crescerão rapidamente, as deficiências serão superadas, as perdas serão compensadas. Os fabricantes de fixadores investirão em novas máquinas para atender às demandas. Empresas de máquinas, arames e ferramental aumentarão sua produção. A produção nos setores automotivo, de linha branca, móveis, eletricidade, construção, construção naval e defesa aumentarão ainda mais.

O setor de fixadores deverá se manter em expansão de setembro em diante. Use este momento estagnado para se preparar. Se necessário, aumente sua capacidade produtiva, encomende novas máquinas, estoque arame, revise seu ferramental e recontrate novamente a equipe se tiver demitido...

Invista no crescimento corporativo e na marca. Tente ser visível e acessível. Produza rapidamente em alta qualidade, seja competitivo. Quando as coisas voltarem aos trilhos, muitos países poderão se focar na fabricação interna daquilo que importam e podem não querer depender mais do exterior para tal. À medida que você produz qualidade rápida e alta, se torna competitivo e confiável, suas chances de reter e encontrar novos clientes aumentam.

Nenhuma crise dura para sempre e toda crise traz novas oportunidades. Após três meses, tudo voltará ao normal, a produção será retomada a toda velocidade. Prepare-se.

alibaysal@fastenereursaia.com 

 

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com