Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 80
Busca::..
Edição 83
Edição 82
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Europa News
07/05/2020 10h25

Europa News 

UE inicia antidumping de pinos e grampos chineses

Desde dezembro de 2019 a União Europeia iniciou uma investigação sobre essa linha de fixadores originários da República Popular da China

Órgão executivo da União Europeia (EU), a Comissão Europeia oficializou a ação no seu diário oficial, o EU Official Journal, sob o aviso 2019/c 425/08. Este aviso define o produto então sujeito a investigação, como grampos (mesmo em tiras ou bobinas), anéis (mesmo em tiras), pregos e pinos (em tiras); arames (revestidos ou não), arames em ligas de alumínio ou de aço inox; projetado para fixar materiais ou objetos ("o produto sob investigação"). Pregos em bobinas estão excluídos da investigação.

Os produtos são abrangidos por vários códigos NC identificados no aviso como: ex 7317 00 20, ex 7317 00 60, ex 7317 00 80, ex 7326 20 00, ex 7616 10 00, 8305 20 00 e ex 8308 10 00.

'Ex' significa que nem todos os produtos dentro do código citado estão sujeitos a investigação; portanto, a descrição é crítica para importadores e fabricantes determinarem até que ponto eles são afetados.

Os deadlines para registrar interesse e a apresentação de provas são curtos, principalmente devido ao momento do aviso, que ocorreu antes das férias de inverno, estão definidos no aviso ofi cial, disponível em todos os idiomas para download no site do diário oficial:

https://eur-lex.europa.eu/legal-ontent/EN/TXT/?uri=uriser v:OJ.C_.2019.425.01.0021.01.ENG&toc=OJ:C:2019:425:TOC

O aviso confirma o cronograma da investigação como: O inquérito será concluído, em conformidade com o artigo 6(9), do regulamento de base, normalmente dentro de 13, mas não mais do que 14 meses após a data de publicação do presente aviso.

Em conformidade com o artigo 7 (1) do regulamento de base, as medidas provisórias podem ser impostas normalmente, o mais tardar 7 meses, mas, em qualquer caso, o mais tardar 8 meses após a publicação do presente aviso. Em conformidade com o artigo 19º do regulamento de base, a Comissão Europeia fornecerá informações sobre a instituição prevista de direitos provisórios três semanas antes da instituição de medidas provisórias.

China Steel Corp. reduziu preços locais do aço 

A siderúrgica taiwanesa anunciou que os preços domésticos de aço para o primeiro trimestre de 2020 (Q1) diminuirão em uma média geral de 3,03%, como os preços de barras e arames caindo média US$ 32.00 por tonelada

A China Steel Corporation (CSC) relatou que a atmosfera do mercado global de aço passou de cauteloso para otimista, mas enfatizou que todas as siderúrgicas viram a lucratividade ser afetada negativamente devido ao aumento dos custos de matérias-primas para a produção de ferro e pelo forte declínio nos preços dos produtos siderúrgicos.

CSC disse: "Embora os ares do mercado global de aço se torne otimista no futuro próximo, e o ciclo de recessão da indústria siderúrgica esteja previsto para chegar ao fim, ela decidiu que seus preços no Q1 2020 serão ajustados adequadamente após considerar as opiniões dos clientes e a avaliação interna, a fim de ajudar os clientes, na jusante, a estocar e aumentar sua competitividade de exportação”.

Concluindo, esta decisão sobre preço ajudaria a diminuir a diferença de preço entre o anúncio trimestral e os preços do mercado internacional. Ela disse que apresentará um novo sistema de preços antes do anúncio dos níveis de preços para o Q2 2020. “Este novo sistema garantirá que os clientes e a CSC compartilhem riscos e benefícios de uma maneira justa e equitativa e estejam alinhados com o mercado internacional, equilibrando os interesses de clientes, funcionários e acionistas”, concluiu.

Norma: vendas no acumulado do ano sobem, mas crescimento orgânico cai

Entre janeiro e setembro 2019 o Grupo registrou € 838,6 em vendas, 2,6% de crescimento; porém, as vendas orgânicas caíram 1,6% no período

As aquisições das empresas Kimplas e Statek contribuíram com o 1,6% e os efeitos cambiais positivos em 2,6% no crescimento das vendas do Grupo Norma. A margem EBITA foi de 14,2% entre o Q1 e Q3 2019 (comparando, Q1 - Q3 2018: 16%). O Grupo atribuiu o declínio da margem a volumes de produção significativamente menores na indústria automotiva, aumento dos custos com pessoal e introdução de um novo ERP na América Latina.

Na EMEA (Europa, Oriente Médio e África) as vendas caíram 0,9%, € 372,3 milhões (Q1-Q3 2018: € 375,7 milhões). Vendas orgânicas caíram 1,6%, com “negócios restritos em andamento no setor automotivo” a principal razão.

As vendas americanas subiram 5,4%, para € 352,2 milhões (Q1-Q3 2018: € 334,3 milhões). O crescimento deveu-se principalmente ao forte negócio de água e aos efeitos positivos da moeda, que contribuíram 6,1% para o crescimento. As vendas orgânicas caíram 0,8%, principalmente devido aos fracos negócios na divisão Engineered Joining Technology (EJT).

Na região Ásia-Pacífico as vendas subiram 6,6%, € 114,2 milhões (Q1-Q3 2018: € 107,2 milhões). Vendas orgânicas caíram 4,1%, mas compensada por efeitos cambiais positivos de +1% e contribuições de vendas relacionadas à aquisição de + 9,6%.

"A tensa situação no mercado mundial automotivo ainda representa um desafio para nós”, disse o Dr. Michael Schneider, membro do conselho de administração do Grupo. "O avanço de nossa divisão de gerenciamento de água, no entanto, ressalta o fato da Norma estar em uma posição estável e sustentável graças à sua ampla gama de produtos e serviços e seu foco estratégico nos mercados futuros de gerenciamento de água e eletromobilidade".

Em outubro passado, ela revisou a previsão de vendas orgânicas para o ano entre -2% e -4% (anteriormente, entre -1 a + 1%), principalmente devido à forte queda nos negócios americanos de EJT, devido em parte a greves em montadoras de carros e caminhões. As regiões EMEA e Ásia-Pacífico também ficaram um pouco atrás das expectativas. Norma espera alcançar uma margem EBITA ajustada de mais de 13%.

Em 05/11/2019 ela anunciou seu programa "Get on track" (seguir o caminho), que inclui medidas para aumentar a flexibilidade e a lucratividade do Grupo. As ações incluem a otimização de locais em todo o mundo e a racionalização e gerenciamento próximo do portfólio de produtos. Espera-se que o programa proporcione economia de custos sustentada a partir de 2020, alcançando uma economia anual de € 40 milhões (€ 45 milhões em 2023). O custo total do programa até 2023 é projetado entre € 45 milhões e € 50 milhões. 

Malcolm Diamond aposentado

Presidente não executivo da Trifasf, Malcolm Diamond notificou sua aposentaria a partir de 31 de março de 2020, no fim do ciclo anual grupo.

A Trifast anunciou que o atual diretor não executivo, Jonathan Shearman, assumirá o cargo de presidente não executivo com efeitos a partir de 1º de abril de 2020. Diamond disse: "Tendo supervisionado o bom plano de sucessão de CEO e CFO do Grupo, bem como a adoção do processo transformacional 'Project Atlas', agora no meio de sua implementação de quatro anos, me sinto confortável em me aposentar, consciente que o Conselho Administrativo e os negócios estão em tão boa forma".

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com