Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 78
Busca::..
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Ásia News
30/11/2019 08h32

Ásia News 

Exportação de fixadores de Taiwan para EUA crescem 10.6% nos quatro meses iniciais do ano

Em abril deste ano Taiwan exportou para os Estados Unidos (EUA) 57.139 toneladas (t) entre parafusos, porcas e itens similares de fixação, 8,33% a mais que em 2018.

Comparado à exportação em março último, de 62.377 t, houve queda de 8,4%, mas o preço médio em abril ainda atingiu US$ 2.77/kg, 0,5% a mais que março, e 1,26% superior em relação ao período mesmo período do ano passado. Nos primeiros 4 meses de 2019, Taiwan exportou  236.377 t para o mercado norte-americano, 10,2% maior que no mesmo período em 2018; seu preço médio atingiu US$ 2.73/kg, alta de 0,32%. Tanto o volume, quanto o preço dessa exportação subiram.

Durante o ano de 2018 Taiwan desembarcou nos EUA 698.155 t, 7,12% superior a 2017, com preço médio de US$ 2.738/kg, 7,7% a mais. Em valores, Taiwan exportou mais de US$ 1,9 bilhão, 15,36% superior ao ano anterior, atingindo assim um recorde histórico.

JYR Aviation investirá mais de US$ 16 milhões em nova fábrica em Taiwan

Uma das 10 principais fabricantes de fixadores em Taiwan, a Jau Yeou Industry entrou de vez no aeroespace business, ao fundar JYR Aviation, com um investimento anunciado em cerca de US$ 16,5 milhões, destinado à construção de um novo parque tecnológico aeroespacial em Luzhu, distrito de Kaohisung City. A empresa busca assim a conquista de novos clientes internacionais na cadeia de suprimentos de grandes aeronaves, prevendo criar 270 novos empregos locais.

Segundo a unidade de investimentos do Ministério de Assuntos Econômicos, a JYR é a primeira empresa de Taiwan a adquirir dois certificados de qualidade aeroespacial: AS9120 (logística aeroespacial) e AS9100 (sistema de gerenciamento de qualidade de fabricação aeroespacial). A empresa já foi autorizada por uma fabricante global de motores de aeronaves comerciais a fabricar e vender na região Ásia-Pacífico. Além disso, a JYR criou um modelo de negócios para a indústria aeroespacial de Taiwan e agora se torna uma parte indispensável da cadeia de suprimentos aeroespacial internacional.

 

Japão, 3º no ranking da exportação de fixadores de Taiwan, em maio de 2019

Ao exportar 6.576.973 kg entre parafusos e similares em maio de 2019, Taiwan teve o Japão como seu 3º maior cliente, superando a Holanda. Embora o mercado japonês tenha retornado à 4ª posição em volumes no mês de junho, sua 3ª posição foi mantida em valores, com cerca de US$ 18.25 milhões, o que representa uma alta de 1,86% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Já o governo japonês ajustou para cima sua previsão de crescimento no 1º trimestre (numa relação de 2,2% trimestre a trimestre). Mas o Japão também enfrenta incertezas, como o aumento impostos sobre o consumo doméstico e as disputas comerciais globais. Portanto, ainda demandará tempo para saber se essas exportações continuarão a crescer neste ano, ou não.

A mudança no ranking pode ser atribuída, principalmente, a uma queda signifi cativa nas exportações para Holanda. Em maio de 2019 Taiwan enviou 6.520.654 kg de fixadores para terras holandesas, um enorme declínio de 24,15% em relação ao mesmo mês de 2018.

Estreia das novas máquinas Chun Kai

Com mais de 50% de market share no mercado de máquinas de endireitamento em Taiwan, gerando vendas no exterior duas vezes maior que em seu mercado local, a Chun Kai Machinery Co. Ltd. lançou duas novas máquinas, a endireitadeira CK-230, e a niveladora de chapas CK-900.

O modelo anterior da máquina de endireitar funciona com o mecanismo de “martelar” e as curvas das peças são inspecionadas a olho nu, o que prolonga o intervalo de processamento e não pode ser considerado econômico no ritmo acelerado das indústrias modernas. Como resultado, através do uso dessa moderna endireitadeira de alta velocidade e alta precisão, os inconvenientes e desvantagens encontrados no modelo anterior podem ser resolvidos.

A CK-230 é destinada ao endireitamento de aço carbono e aço inox, capaz de processar tubos de comprimentos entre 400 e 6000 mm, em diâmetros externos entre 10 e 40 mm e em espessuras superiores a 0,2 mm.

Controlada por um conversor de frequência contínuo, a CK-900 pode nivelar chapas, controlar espessuras, pressionar e recuperar a aparência plana. Suas aplicações variam de várias partes planas, componentes ópticos de câmeras, peças eletrônicas estampadas, lâminas de patins de gelo, tesouras, automóveis e motos e até engrenagens de bicicleta. 

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com