Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 14
Busca::..
Edição 82
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Balcão
28/02/2009 09h13

Um mercado sempre em expansão

O lojista Francisco Rui de Menezes, proprietário da SAA Casa dos Parafusos, é um entusiasta do segmento de fixação. Ele admira a forma como o setor inova e se expande, e acredita que crises não atingem de forma brutal este mercado, afinal todo mundo precisa de elementos de fixação 

A SAA Casa dos Parafusos tem oito anos de funcionamento e está prestes a ter uma filial em Sertãozinho, SP
 

Localizada na cidade de Itapevi, a cerca de 40 quilômetros da capital paulista, a SAA Casa dos Parafusos foi fundada por Francisco Rui de Menezes, em 9 de abril de 2001, e a história dessa empresa teve um começo bastante interessante. Menezes trabalhou durante 30 anos na área de caldeiraria leve e pesada – sendo dez anos como empregado e 20 como proprietário. “Na época houve um elevado consumo de elementos de fixação para montagens industriais, e consequentemente, dificuldades para encontrar esses produtos na região. Em virtude disso, começamos a atuar no segmento e estamos em operação há oito anos”, contou.

A SAA Casa dos Parafusos tem em suas prateleiras as marcas Girofix, Jomarca, Mitto, Rex, Ciser, Belenus, Âncora, Tecnart e Metalac. “Nosso objetivo é aumentar a diversificação de produtos, ou seja, queremos comercializar acessórios, elétrica, hidráulica, ferramentas e ferragens. Mas desde a inauguração da loja, nosso foco sempre foi em elementos de fixação”, explicou Menezes, que aposta no bom atendimento (solucionando os problemas dos clientes), preço e prazo de entrega como garantias de crescimento nos negócios. A inovação e expansão do setor de fixação é o que mais agrada Menezes, que em contrapartida não aprova o contato direto das fábricas de fixadores com os grandes compradores, como por exemplo, construtoras, indústrias alimentícias, caldeirarias, de componentes de iluminação, entre outros. “Isso é muito negativo para os lojistas”, disse. Em 2008, o faturamento da SAA Casa dos Parafusos cresceu aproximadamente 30%, na comparação com 2007. E para 2009, Menezes busca dar continuidade neste trabalho, pois segundo ele, independente de crise, elementos de fixação são necessários em qualquer tipo de obra. “Temos como objetivo aumentar a nossa de linha de produtos. Vamos inaugurar uma filial no município de Sertãozinho, interior de São Paulo, e no futuro bem próximo adquirir uma sede própria em nossa região”, encerrou.
COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com