Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 75
Busca::..
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Eventos - Fastener Fair Stuttgart
03/06/2019 09h21

Eventos

Stuttgart, a mais importante Fastener Fair

Em sua 8ª edição, a versão alemã da feira de negócios do mercado de fixadores alcançou recorde em 2019

Durante os dias 19 a 21 de março, o centro de exposições e feiras Messe Stuttgart, Alemanha, recebeu 12.070 visitantes de 90 países, 3% maior que a edição 2017. O pavilhão é de uma comodidade ímpar, estando a cerca de 200 metros do aeroporto local, que por sua vez tem em seu subterrâneo um terminal de trem urbano. Além disso, a pé, você acessa os hotéis NH e o Mövenpick, este que por sua vez recebeu em dia 20/03 uma comitiva de empresários e imprensa para o lançamento do Taiwan Fastener Show 2020. Mas isso é outro assunto.

Segundo a Mack Brooks Exhibitions Ltd., organizadora, o evento teve 987 empresas expositoras de 45 países, mesclando fabricantes, fornecedores e distribuidores, divididos entre mais de 22 mil m² de área. Neste ano, o número de expositores saltou 10%, demandando mais 5% de espaço para exibição. Assim, resultou-se na maior Fastener Fair Stuttgart (FFS) entre todas, com valor médio de cada estande entre € 235.00 e € 285 por m², com tamanho mínimo de 9m².

Preliminares apontam 70% de visitantes vindo da União Europeia, com maioria alemã. Logo, vem a Itália e Grã-Bretanha, seguido por Polônia, França, Holanda, Turquia e Espanha. Da Ásia o domínio era de Taiwan e China. Por segmento, havia compradores de indústrias da construção civil, automotiva, metalmecânica. Do comércio, estavam distribuidores e varejistas de fixadores, ferragens e bricolagem.

Em cerimônia no evento, a revista Fastener + Fixing Magazine anunciou os vencedores do Fastener Innovator 2019, premiando em terceiro lugar a Growermetal, com sua linha de arruelas planas de segurança Grower Tenkeep, lançada na feira. Em segundo ficou a Ingramatic, do Grupo Sacma, com a sua mais compacta laminadora de rosca, a RP020, desenvolvida para produção em alta velocidade de micro parafusos, a partir de M3, que demandam alta precisão. O vencedor da competição foi o parafuso auto-atarraxante EPW, da TR Fastenings Ltd.

                 Grupo Sacma

Fabricante de prensas automáticas de conformação a frio de parafusos, o Grupo Sacma também trouxe em seu portfólio a Tecnolift, uma de suas marcas na produção de esteiras transportadoras e elevadores. Outra, a Ingramatic expôs a RP020, sua mais compacta laminadora para roscas a partir de M3. A RP020 foi premiada na FFS, como já citado.

“Hoje, a Alemanha detém as mais importantes feiras para nós. Stuttgart é a segunda, enquanto a Wire Düsseldorf é a principal. Fora a Itália, Alemanha é o maior destino de nossas máquinas, sendo que o Brasil já foi o terceiro. Sobre o Brasil, nossa estrutura em Jundiaí, SP, é muito boa e a partir dela otimizamos nossa atuação, o que vem nos aproximando ainda mais dos clientes locais, especialmente no pós-venda”, falou Luca Romanò, gerente das operações na América do Sul, que no esteve ao lado do CEO e do diretor comercial do Grupo, Valério Rampezzotti e Enrico Brigati. (Foto - Valério Mesutoglu, Enrico Brigati e Luca Romanò)

                                                              Patta

Como já informado na matéria da Feicon, a Patta é uma indústria de Taiwan, com capacidade mensal produtiva de 3 mil toneladas em parafusos (chipboard, auto brocante e auto perfurante, drywall etc.) e 300 milhões de rebites (de repuxo, porcas rebites e outros).

“Nossa atuação é global, estamos em mais de 110 países, nossos principais mercados são Índia, Oriente Médio, Europa e América Latina. Na FFS estamos há oito edições. No mercado europeu a Alemanha representa apenas 1%. Na Itália e França temos um cliente que é um dos principais fornecedores da indústria automotiva, principalmente em rebites. Na FFS destacamos nossa linha de parafusos bimetálicos, além de outras linhas, mola aérea p/porta, ponteiras, brocas, ferramentas manuais e elétricas e outros”, disse o chairman David Huang. (Foto - David Huang)

  

                          Marposs

Indústria de atuação global em desenvolvimento e produção de equipamentos e softwares para sensoriamento, medição, aquisição de dados e gestão de processos produtivos, especialmente em estampagem e laminação de fixadores, a Marposs considera a FFS uma das mais importantes feiras de negócios, segundo o gerente de produto na área de prensagem a frio, Uwe Ziegler. "

Aqui, as novidades são o sistema de monitoramento para laminadoras de roscas, que consiste num sensor para detecção do deslocamento vertical do parafuso durante a laminação; o sistema de gestão FactoryNet 4.0 (indústria 4.0) e a unidade de medição rápida a laser Optoflash”, disse Ziegler. (Foto - Uwe Ziegler)

                                                  Ramac Máquinas de Embalagens

Localizada em Schio, há cerca de 100 km de Veneza, Itália, a Ramac srl é uma indústria de máquinas personalizadas para embalar itens técnicos feitos em plástico, borracha ou metal (como parafusos).

“Nossas linhas embalam de uma forma muito técnica, tal como ocorre em sistemas de embalagem para produtos alimentícios. Nosso core-business está em máquinas dotadas de sistema de contagem e/ou pesagem, projetadas especificamente para fazer kits e enchimento de caixas. São linhas para uso desde o ensacador manual até toda a linha de empacotamento automatizado”, segundo o executivo Luca Berton. (Foto - Luca Berton) 

                              Atotech

“É minha primeira participação na FFS, mas a Atotech expõe aqui há tempos por ser uma ótima plataforma para interagir com clientes e toda a cadeia de fixadores do mundo”, disse o gerente de produto de CRC, Frederik Heß (penúltimo à direita), Atotech, Alemanha.

"Como novidades, foi apresentado o Zintek One HP, como o nome diz atinge com segurança 720 horas em ensaio de névoa salina somente com uma aplicação. Já nos processos eletrolíticos para elementos de fixação, o ZINNI AL 450, zinco níquel alcalino, e o ZINNI 220, zinco níquel ácido, estão entre os mais utilizados com ótimo rendimento e custo. Em nosso portfólio de passivadores, o Ecotri One, um produto versátil, aplicado tanto em superfície de zinco como de zinco liga e o Tridur DB, um passivador azul com alta resistência a corrosão para depósitos de zinco níquel. É importante destacar nossa ampla variedade em selantes e top coats, os quais atendem aos diversos parâmetros de coeficiente de atrito e aos exigentes ensaios cíclicos de corrosão, especificados pelas OEMs", relatou Vivian Nagura, gerente OEM, Atotech do Brasil. (Foto - Equipe Atotech)  

                                                      Hatebur - Carlo Salvi

Ambas empresas são líderes globais na fabricação de máquinas de prensagem horizontal a frio e a quente de peças seriadas. Atualmente diretor comercial da Carlo Salvi S.p.A. (Itália), Marco Pizzi figurou pela primeira vez nas páginas da Revista do Parafuso em junho de 2007. Pizzi se mantém firme nas operações globais de vendas das prensas multi-estágio Carlo Salvi, marca que foi integrada em 2016 ao grupo Hatebur (Suíça), sob o comando de Thomas Christoffel, CEO.

“Entre as feiras que participamos, a Wire Düsseldorf ainda é a mais relevante aos nossos negócios, enquanto a Fastener Fair Stuttgart, Alemanha, é a segunda, seguida pelas feiras da Itália, China e EUA. Porém, esta edição marca os 80 Anos da Carlo Salvi”, disse Pizzi. (Foto - Thomas Christoffel (1), Marco Pizzi (2) e equipe)

 

                             Tecma

Quem está de olho no Brasil é o italiano Luigi Cimino, diretor da Tecma, revenda de máquinas novas usadas, fundada e em operação desde 1993 na Alemanha. Tecma é especializada em máquinas e equipamentos para produção de parafusos, porcas e itens metálicos similares de fixação.

“Participamos desta feira e da Wire Düsseldorf há 10 anos que nos dão visibilidade global. Daqui em diante queremos nos aproximar mais das fabricantes de fixadores não só no Brasil, mas em toda América do Sul, pois temos uma extensa lista de opções”, disse Luigi Cimino, diretor. (Foto - Luigi Cimino)  

                                                           F.lli Pirovano

Surgida na década de 1950 em Brianza, há 40 minutos de Milão, Itália, a Fratelli Pirovano S.p.A. é uma indústria líder na Europa nas linhas de molas prato, arruelas e outros itens similares para fixação. Certificada ISO/TS 16949, sua equipe de 160 colaboradores processa por ano 20 mil toneladas de itens destinados à indústria automotiva, de transmissão mecânica, indústria mecânica e eletromecânica em geral e, principalmente, aos fabricantes de parafusos, bem como energia eólica. Dirigida pelo também presidente da associação das fábricas italianas de fixadores, a UPIVEB, Sergio Pirovano. Ele relata fornecer 35% ao mercado italiano e 65% exportados. “Todos os dias um item Pirovano é entregue em cada país no globo. Sobre o mercado, ele se encontra estagnado neste ano, mas sua expansão pode ser retomada já em 2020”, concluiu Pirovano. (Foto - Sergio Pirovano e assistente) 

                          Dörken MKS

“Dentre as Fastener Fair na Europa (Itália, França e Turquia), Stuttgart é a mais importante, pois, ela traz clientes de diversas partes do mundo. Nossa atuação é global, sendo que tudo em pesquisa, desenvolvimento e produção Dörken se concentra na matriz, Alemanha, de onde tudo se destina a qualquer parte, seja na China, México ou Brasil. A partir da matriz, concentramos grandes investimentos e esforços gerando benefícios a todos clientes, que contam com suporte técnico local. Nesta FFS destacamos a linha Zink Flake com secagem ao ar. Nossos produtos são curados a baixas temperaturas, mas agora temos um produto inovador que pode ser curado ao ar ou em uma temperatura baixa para acelerar a cura”, relatou Martin Welp, CEO.

“Quanto ao Brasil, há alguns anos tivemos uma reinicialização no mercado, com mudanças estruturais. Reduzimos a quantidade de clientes, priorizando a qualidade, evitando envolver a marca Dörken com problemas de qualidade e fraudes que ocorriam através da aplicação de tecnologia inferior à nossa. Desde então, crescemos continuamente no Brasil e nossos clientes usufruem de um avançado suporte”, relatou Robinson Bittencourt Lara, gerente de negócios na América do Sul. (Foto - Dr. Martin Welp)

                          Berdan Civata

Participante em sete FFS, a Berdan Civata, Turquia, é uma empresa peso-pesado em se tratando de fixadores de porte, com itens destinados a pontes, plataformas de petróleo e gás, energia eólica, estádios de futebol e por aí vai. Nas imagens do estande havia uma instalação que opera no mar a mais de 250 metros de profundidade, com fixadores com 6.500 horas de salt spray, bem como o fornecimento de fixadores para a 4ª maior ponte elevatória no mundo, e a 2ª na Europa. Davut Dolgun, executivo de negócios, já esteve no Brasil, mas encontrou proteções no campo do petróleo que inviabilizou suas ações, bem como a recessão de 2015-2017.

“Esta é a mais importante feira para nossas operações, alcançando a Europa e o Extremo Oriente, o que faz daqui um essencial espaço exibição de nossa capacidade e atuação global”, relatou Dolgun, ao lado do sr. Hasan Şemsi, e de sua filha Zeynrp, respectivamente presidente e diretora da Cia. (Foto - Hasan Şemsi, Zeynrp Semsi e Davut Dolgun)

 

                                                                Jian Hwa

Representada na América do Sul Brasil pela Spirafix, a indústria taiwanesa de rosqueadeiras para porcas Jian Hwa completou 10 anos como expositora em Stuttgart. Os expositores Danny Lee (diretor comercial), Sanchez Chiang (gerente de negócios nos EUA) e Liu Chin Yi (diretor de desenvolvimento) destacaram na feira a linha HGT, composta de rosqueadeiras com dois cabeçotes e equipadas com CLP (Controladores Lógicos Programáveis). Essa linha é ideal para fabricação de porcas do tipo circular, T e flangeadas. Segundo eles, tão importante quanto Stuttgart são as feiras de fasteners em Kaoshiung, (Taiwan) e Las Vegas (EUA). (Foto - Danny Lee, Sanchez Chiang e Liu Chin Yi)

 

                       National Machinery

"Participamos da FFS desde 2003, e é importante estar aqui não só pelo fato de Alemanha ser altamente industrializada, mas aqui é uma ótima plataforma para contato com clientes de toda Europa e de outros continentes, incluindo o Brasil, onde temos, em Sorocaba, SP, uma base que dá suporte clientela local. Aqui nosso estande é mais informativo na comparação com outras feiras onde expomos maquinário mais pesado e novas tecnologias. Neste ano só teremos exposição em nossas unidades em Tiffin, Ohio (EUA) e Nürnberg (Alemanha)", relatou o agente de negócios Stefan Kilian, em companhia das marcas do grupo, Smart laminadoras e Nakashimada. (Foto - Stefan Kilian (National - Alemanha), Enrico Ghezzi e Dr. Alberto Gorreta (Smart) )  

                                                                Growermetal

Conversamos no evento com Cláudia Müller, Marketing, e Roberto Cattaneo, um dos três irmãos que comandam essa indústria de arruelas, certificada ISSO 9001, 14001, ISO/ TS 16949 e Deutsche Bahn (ferrovias). Com faturamento médio anual de € 50 milhões e 170 colaboradores, a Growermetal s.r.l. fica em Calco, região de Lecce, uma hora de Milão, Itália. No Brasil, ela possui escritório comercial e centro distribuidor. Segundo os entrevistados, foi lançada na feira a Grower TenKeep: uma linha de arruelas planas estriadas, com geometria distinta em ambos os lados. Grower TenKeep alcança alto desempenho contra possíveis perdas de pressão dos parafusos, mesmo em meio cargas dinâmicas a vibrações extremas. Produzidas em 3 diferentes versões, podendo ser usadas com parafusos de classes de resistência até 12.9. Como já citado, essa linha foi premiada na feira. (Foto - Roberto Cattaneo e Cláudia Müller)

 

                           Videx

Atuando sob o mote Machinery for the Wire & Fastener Industries, desde 1973 a Videx Machine Engineering, Israel, fabrica máquinas para estampar, endireitar, chanfrar e dobrar artefatos metálicos a partir de arames, sejam barras roscadas, parafusos e/ou similares roscados, como grampos “U”. Esta empresa atende pelo mundo afora, principalmente, as indústrias de fixadores e de partes automotivas.

"Esta é a segunda feira mais importante para nós, estamos aqui pela quinta vez. Porém, a Wire Düsseldorf ainda é a número um para a Videx. Alemanha é um bom mercado, mas neste momento EUA está melhor. Mas estamos de olho no mercado brasileiro que pode estar retomando seu potencial de bons negócios”, disse Yair Wiesenfeld, vice-presidente. (Foto - Guy Zaltz e Yair Wiesenfeld)

 

Made in Brazil – Alemanha 2019

Mais uma vez reservamos um espaço para registrar alguns encontros com nossos patrícios em eventos no exterior, dessa vez nas vias do pavilhão da feira, do pavilhão Messe Stuttgart.

 (Foto - Ivan Reszecki (Metaltork); Sueli Breitner (tradutora), Carlos Bezerra e Roberto Farina (InoxPar); Flávio Silva (Böllhoff); Eduardo Abreu (Ludufix)

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com