Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 72
Busca::..
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Notas
30/11/2018 10h22

Notas 

 

Rebifix muda de BH para SP

Indústria mineira especializada em rebites começará 2019 de casa e cidade nova

Quando o Brasil já estiver sob a presidência de Jair Bolsonaro, a Rebifix estará abrindo suas novas portas no bairro de São Mateus, na zona leste da cidade de São Paulo, que contará com 3000 m², sendo 2400 m² de área construída.

Fundada em 2013, na cidade de Belo Horizonte, MG, a Rebifix é uma indústria que produz rebites de alumínio, dentro de uma estrutura capacitada para estampagem de 50 milhões de peças/ mês, equivalente a 80 toneladas entre rebites de repuxo, maciços e semi-tubulares, de acordo com Arthur Gonçalves, seu fundador.

“Além da modernização na fábrica, temos parcerias bem-sucedidas junto às empresas de logística que estendem sua cobertura de entregas em todo o território nacional, de maneira rápida e segura aos nossos clientes dos setores metal mecânico, da construção civil, estruturas metálicas, eletro ferragens, agronegócio, automotivo, nas linhas branca e marrom, óleo e gás, eletrônica, ferroviária, moveleira, bem como revendas do atacado e varejo. Atualmente, contamos com quase 100 colaboradores, entre diretos e indiretos, que recebem treinamento e aperfeiçoamento constante”, disse Gonçalves, concluindo que – com a mudança – ele visa expandir o portfólio, incluindo parafusos, projetando ultrapassar 100 milhões peças/mês. (Foto -  Arthur Gonçalves, na Rebifix SP)

 

 Dimensionamento inadequado na fixação de amortecedor leva Citroën Jumpy a recall

No começo de outubro a Citroën Brasil anunciou uma convocação para substituição dos amortecedores traseiros envolvendo o utilitário Citroën Jumpy. Segundo o portal da montadora, o problema está no dimensionamento inadequado do ponto de fixação superior do amortecedor traseiro, ocasionando, em alguns casos, o desprendimento parcial do amortecedor, com possibilidade de danos no sistema de freios e/ ou combustível, bem como queda de componentes da suspensão em rodagem. Essa situação pode gerar a perda parcial de frenagem, vazamento de combustível e/ou queda de componentes, gerando risco de acidentes com possibilidade de danos físicos e/ou materiais aos ocupantes do veículo e/ou terceiros. Informações: www.citroen.com.br

Golf passa por recall por má fixação no freio de mão

O cabo que aciona o freio de estacionamento (freio de mão) pode se soltar no modelo Golf, produzido entre 14 de fevereiro e 17 de agosto de 2017, nas versões Comfortline e Highline, segundo comunicado da Volkswagen do Brasil no final de outubro de 2018. A montadora informou que a convocação visa realizar inspeção e troca da alavanca.  

Modelos Fiat entram em recall devido a risco na trava de segurança

Desde a segunda semana de outubro de 2018, a FCA Fiat Chrysler Automóveis Brasil deu início a um recall com os modelos Palio Fire, Novo Palio, Palio Weekend, Uno, Grand Siena, Fiorino, Strada e Mobi. Foi identificada a possibilidade de quebra da trava de segurança, responsável pela fixação do pino de sustentação das engrenagens satélites no diferencial, o que pode levar ao seu desprendimento. A falha na caixa de câmbio pode ocasionar a perda da dirigibilidade do veículo e causar acidentes, segunda a montadora. Sem custos para o consumidor, a troca da caixa de marchas demanda em torno de quatro horas.   

Inox-Par em busca do protagonismo em fixação inoxidável para energias limpas  

Entre 24 e 25 de outubro de 2018 a Inox-Par Parafusos esteve na cidade de Fortaleza, CE, participando do 3º Congresso Brasileiro de Geração Distribuída (CBGD), realizado na sede local do Sebrae, na Praia de Iracema. Realizado pelo Grupo FRG Mídias, este evento tem a parceria da Associação Brasileira de Geração Distribuída (ABGD), entidade oficial de empresas do setor, que reúne provedores de soluções, integradores, distribuidores, fabricantes, profissionais e acadêmicos que têm em comum a atuação direta ou indireta na geração distribuída oriunda de fontes renováveis de energia.

“É essencial marcar a presença nesses eventos, dando a este mercado uma compreensão maior do quanto nossa empresa pesquisa e desenvolve produtos para aplicação na geração de energia limpa, além de lhes proporcionar contato mais próximo com o amplo portfólio Inox-Par, de parafusos e demais elementos complementares de fixação, todos confeccionados em aço inoxidável”, relatou Edu Lopes, diretor da Inox-Par. ( Foto - Thiago Bongiovani e Edu Lopes)


 Ciser anuncia lançamentos e agrega ponteiras ao portfólio  

Ponteira com anel em ângulo       Ponteira dupla menor ângulo      Ponteira dupla maior ângulo

Maior fabricante latino-americana de elementos de fixação, a Ciser adiciona novos itens ao seu portfólio de 27 mil produtos. O lançamento anunciado é de dois padrões de ponteiras, utilizadas para aplicação de parafusos fendados. As novas linhas são a ponteira dupla Phillips magnética, para aplicação de parafusos com fenda Phillips, em conjunto com parafusadeiras, para permitir maior rapidez na fixação, e a ponteira Phillips com limitador, para parafusos do tipo Drywall, de maneira a limitar a profundidade de penetração do parafuso na placa de gesso. As linhas se destinam principalmente para profissionais marceneiros e gesseiros. www.ciser.com.br  

 

Linha Fixtil de buchas para fixação em forros de gesso e drywall

Considerado uma opção moderna e inovadora no segmento da construção civil, o mercado drywall vem crescendo sem parar, com as construtoras utilizando cada vez mais paredes com este sistema, que vem diminuindo o uso da tradicional alvenaria. Para atender este mercado, a Fixtil lançou uma linha de linhas para este tipo de aplicação.    

Bucha PBG: Kit composto de parafuso e bucha especial para uso em forro de gesso e drywall. Essa bucha possui abas que se abrem durante o aperto do parafuso, gerando um travamento eficiente e seguro. Este item é recomendado para fixar objetos leves. 

Bucha BTB: Composta com parafuso máquina, este kit é recomendado para fixações médias e pesadas em drywall. Possui reforço em metal, que se prende a parte interna da parede por meio de ajuste de um guia plástico, que desliza sobre o parafuso.

Bucha PAB: Auto atarraxante, essa bucha é indicada para uso em drywall, cuja instalação torna-se rápida com o auxílio de parafusadeira elétrica. fixtil@fixtil.com.br  

 

Lorenzetti: soluções para instalação de louças sanitárias

O anel de vedação e os parafusos de fixação se diferenciam pela qualidade, resistência e fácil instalação

Procurando oferecer as melhores soluções em metais e louças sanitárias, a Lorenzetti lança anel de vedação e parafusos de fixação de louças, itens que se diferenciam pela qualidade, resistência e prática instalação. De uso universal, os produtos são compatíveis com as linhas de louças sanitárias Lorenzetti e com as demais disponíveis no mercado, assim como outros complementares já existentes no portfólio: flexíveis, tubo de ligação e válvulas para lavatório.

Anel de vedação: produzido em massa antibacteriana, material que garante higiene, fácil modelagem e vedação perfeita entre a bacia e o esgoto, o que impede o mau cheiro no ambiente. O produto se diferencia ainda por não manchar o piso e não ressecar, além de possibilitar a instalação em bacias para caixa acoplada ou convencional. Parafusos Lorenzetti: essa se destaca pela qualidade de sua matéria-prima, aço inoxidável, que garante maior resistência à oxidação e a corrosão. Com dois modelos, para lavatórios, colunas e bacias, mictórios e bidês, esses fixadores foram projetados para que a instalação ocorra de maneira prática, sem que impacte o visual da louça. Divulgação Lorenzetti, fabio@pressaporter.com.br.

 

 Mosquetões Edelrid passam por recall

Segundo Natalia De Marco, do Blogde Escalada, Edelrid, fabricante alemã de equipamentos de trabalhos verticais, anunciou no começo de outubro deste ano um recall dos seus produtos HMS bulletproof triple e bulletproof triple FG. Segundoo blog, “em anúncio publicado em todas as versões internacionais da empresa informa que os lotes dos modelos de número “2018 01” e “2018 02” apresentaram defeitos na trava automática do mosquetãoe devem ser trocados. A Edelrid informou que o pino cilíndrico da trava automática do mosquetão, que foia peça que apresentou o defeito, não estava com o funcionamento correto. A empresa solicitou que os clientes que possuem os mosquetões no número de série anunciados, enviem o mosquetão para a fábricana Alemanha e que o mesmo será substituído”. Informações: www.edelrid.com Fonte: blogdescalada.com (Natalia De Marco)

 

Recall do Ford Cargo 816 foi causado por pino esférico com tratamento térmico inadequado

A Ford Motor Company Brasil Ltda. terminou o mês de outubro (30) convocando os proprietários dos veículos Cargo 816, modelos 2018 e 2019, para manutenção. Segundo a montadora, o pino esférico da barra de direção pode não ter recebido o tratamento térmico adequado em seu processo produtivo, o que pode ocasionar em soltura da barra de direção com o veículo em movimento. Obviamente, isso envolve riscos de acidentes, o que demanda a verificação e, se necessário, a substituição da barra. No comunicado a Ford recomendou a não utilização desses veículos até a realização do devido reparo, de aproximadamente 30 minutos. Informações: Centro de Atendimento Ford (CAF), 0800 7033673.

 

Mercedes-Benz convoca o Classe S560 L para recall

A Mercedez-Benz do Brasil (MBB) convocou os proprietários de sete unidades do modelo Classe S 560 L, fabricados entre outubro e novembro de 2017, para  verificação das porcas de fixação e, eventualmente, substituição da caixa de pré-fusíveis. A MBB relatou que a instalação inadequada do equipamento pode causar incêndios, assim como a perda de determinadas funções de condução e segurança do veículo, tais como operação de motor, cintos de segurança e painel de instrumentos. 

 

Recall para substituição de parafusosno BMW X3 XDRIVE30I X LINE

Desde junho de2018 a BMW do Brasiliniciou uma convocaçãopara os proprietários dosveículos X3 XDRIVE30IX LINE, fabricados entre15/3/2018 e 19/4/2018,para manutenção envolvendoa substituição dos parafusos que fixam o articuladordo eixo cardã. Segundo a montadora, esses fixadores não foram aplicados dentro das especificações, e com o passardo tempo podem se soltar ou quebrar, ocasionando perdada potência transferida para as rodas traseiras e redução dodesempenho do veículo, o que pode causar acidentes, danos físicos e materiais aos ocupantes do veículo e a terceiros. Fonte: www.bmw.com.br 

 

Baixo torque em parafusos dos assentos no Kicks e Versa causa recall na Nissan 

Em 26 de outubro de 2018 o portal https://revistaautoesporte.globo.com divulgou que a Nissan está em processo de recall, envolvendo 245 carros para verificação do posicionamento no banco dianteiro do passageiro. Este chamado corresponde a 131 unidades Kicks e 114 unidades Versa, ambos fabricados em abril de 2018. Segundo a montadora, foi detectado que os quatro parafusos do assentopodem ter sidos montados com um torque abaixo do especificado. Esses bancos podem não estar muito bem posicionados e fixados, e isso pode comprometer a eficiênciado sistema de segurança em caso de colisão. 

 

Diretores da Spirafix e Jian Hwa fazertour em fábricas de fixadores brasileiras 

 

Sanchez Chiang, Ricardo Chou, Roberto Nakai, Edison Charkani e Danny Lee

Após participação na International Fastener Expo (IFE), feira de fixadores realizada em Las Vegas, EUA, entre os dias 30/10 a 01/11/18, a Jian Hwa (Taiwan), indústria de máquinas rosqueadeiras de porcas, esteve ao lado da Spirafix,  sua representante no Brasil, realizando visitas em fabricantes nacionais de fixadores e de autopeças. Segundo Danny Lee, CEO da Jian Hwa, todas as vezes que a empresa se desloca da Ásia para as Américas é essencial incluir o Brasilno roteiro, um mercado em que a confiança tem sido ampliada por meio desse “corpo a corpo”, contendo apresentação de inovações e solidificação das relações com o mercado doméstico, especialmente pela parceria com a Spirafix, empresa que dispõe de duas rosqueadeiras Jian Hwa, expostas no showroom, na cidade de Osasco, na Grande São Paulo. Na ocasião, Lee trouxe o novo visitante, Sanchez Chiang, executivo taiwanês, sediado na cidade de Houston, Texas, que responde pelos negócios Jian Hwa nas terrasdo “Tio Sam”. Conversamos com o grupo em almoço, no Centro de São Paulo, também na companhia de Edison Charkani, Ricardo Chou e Roberto Nakai, diretores da Spirafix, que atende o setor de fabricação de parafusos, por case similares de fixação, fornecendo maquinário e ferramental,como buchas, punções, pinos, matrizes de recorte, capasde punções, machos, pentes de rosca e outros.

 

 
COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com